31.10.2020  /  9:00

Casal de NY vai jantar em restô badalado e “ganha” vinho de mais de R$ 11 mil. Aos detalhes!

O Château Mouton Rothschild só é encontrado em lojas especializadas em vinhos raros || Créditos: Reprodução

Por vezes, a felicidade pode estar nos menores detalhes. Ou na similaridade entre certos rótulos, como bem poderia dizer um casal de Nova York que recentemente foi jantar no badaladíssimo restaurante Balthazar – um dos mais hypados da cidade, frequentado por Madonna e Bill Clinton – e acabou sendo servido pelo garçom com um vinho dos mais raros apesar de ter pedido um bem mais barato, desses que se encontram aos montes nos supermercados.

A confusão teria sido causada porque o tal garçom tinha acabado de atender uma outra mesa, na qual se sentaram quatro corretores da bolsa de Wall Street, e que por sua vez pediram um Château Mouton Rothschild de US$ 2 mil (R$ 11,2 mil) para celebrar um grande negócio que haviam fechado horas antes.

É que a bebida caríssima que geralmente só é vendida em lojas especializadas em vinhos por acaso tem um rótulo parecido com a do Pinot Noir, o vinho mais em conta que raramente custa mais de US$ 18 (R$ 101) nos EUA, e acabou indo parar na mesa dos dois pombinhos sortudos por engano, claro.

Dono do Balthazar, Keith McNally foi avisado sobre o erro pelo gerente do restaurante, e no fim achou que a melhor solução seria informar todos os clientes envolvidos no incidente sobre o que aconteceu. O casal ficou feliz da vida ao saber que tinha se dado bem, enquanto o quarteto de banqueiros, depois de fazer média dizendo em coro que tinha notado algo errado com seu vinho, foi informado de que ganharia outro Rothschild sem precisar pagar por isso. “Só eu tomei prejuízo”, McNally reclamou mais tarde numa entrevista que deu ao “The Wall Street Journal”. (Por Anderson Antunes)