11.12.2019  /  11:55

Casal de colecionadores que pagou quase R$ 620 mil por banana afirma que fez isso em nome da arte

A obra de Cattelan foi a mais clicada da Art Basel Miami || Créditos: Reprodução

O casal americano que pagou US$ 150 mil (R$ 617,7 mil) por uma banana exposta na última edição da Art Basel Miami garante ter feito isso em nome da arte e, sobretudo, visando uma valorização futura do polêmico objeto. Em uma declaração exclusiva enviada ao “New York Post” nessa terça-feira, na qual se identificaram, os colecionadores Beatrice e Billy Cox explicaram os motivos que os levaram a fechar a compra que tem tudo para entrar para a história como uma das mais bizarras de que já se teve notícia.

“Estamos cientes do absurdo que é ‘Comedian’, uma obra barata e aparentemente perecível, produzida com alguns centímetros de fita adesiva e uma fruta”, os dois disseram na nota sobre a obra assinada pelo italiano Maurizio Cattelan. “Mas, quando vimos o debate público em torno dessa escultura que despertou enorme interesse, decidimos comprá-la. Sabíamos que estávamos correndo um risco, mas no final sentimos que a banana de Cattelan se tornaria um objeto icônico”, completaram.

De fato, “Comedian” foi o grande destaque da Art Basel Miami desse ano, e de longe a peça mais clicada por aqueles que deram pinta na feira hypada. E, acredite se quiser, seu preço inicial era de US$ 120 mil (R$ 494,2 mil), mas chegou aos US$ 150 mil desembolsados pelos Cox porque eles não foram os únicos que a cobiçaram. (Por Anderson Antunes)