Caroline Kennedy

Caroline Kennedy || Créditos: Getty Images

Caroline Kennedy no Baile do Met pode ser começo de campanha

03.05.2017  /  15:26

Caroline Kennedy || Créditos: Getty Images
Caroline Kennedy || Créditos: Getty Images

Se as conversas que foram ouvidas em profusão no último Baile do Met, na segunda-feira, se confirmarem, a primeira mulher que poderá se tornar presidente dos Estados Unidos – ou ao menos uma das mais prováveis pretendentes ao cargo – será uma fashionista: um dos maiores babados do evento foi a maneira descrita como “política e estrategicamente contida” que Caroline Kennedy se socializou com o povo da moda e os demais convidados, lembrando que ela foi uma das coanfitriãs do gala deste ano.

Ex-embaixadora dos Estados Unidos no Japão, Caroline, que como o sobrenome indica é filha do ex-presidente John Kennedy e de Jacqueline Onassis, não poupou elogios a Rei Kawakubo, a homenageada da noite, e sempre se referia ao trabalho da estilista com metáforas do tipo “é algo que nos obriga a olhar com mais cuidado sobre as coisas para as quais não damos muito valor” e “no mundo de hoje precisamos descobrir no que acreditar e o que defender e Rei tem muito a nos ensinar”.

Caroline é membro do Partido Democrata, o mesmo de Hillary Clinton, que busca desesperadamente um nome forte para a disputa pela Casa Branca de 2020, para qual já estaria sendo considerada. Ela também foi bastante elogiada pelo vestido que escolheu para ir ao baile, considerado ousado e, é claro, assinado por Rei. (Por Anderson Antunes)