Carol Paixão

Carol Paixão, interpretada pelo humorista Rodrigo Sant’anna, solta o verbo e dá dicas para ter o bumbum na nuca

22.12.2017  /  12:17

Cantinho da Carol com Carol Paixão (Rodrigo Sant´Anna)

Malhar, malhar e malhar… Essa é a vida de Carol Paixão, musa fitness que vive para ter um bumbum na nuca igual ao de Gracyanne Barbosa – sua musa-mór – e que sofre com a simples possibilidade de ter uma estria. No mês em que comemoramos, enfim, a chegada do verão, J.P teve uma conversa um tanto quanto monotemática com a personagem idealizada e interpretada pelo humorista Rodrigo Sant’anna, que tem feito sucesso no teatro com a peça “Segundo Turno de Risadas” e como repórter do Vídeo Show, na Globo. Uma aula de bom humor.

J.P: Dica da Carol Paixão para arrasar no verão.
Carol Paixão: Tome bomba enquanto há tempo.

J.P: O seu grande tesouro?
CP: Meu bumbum na nuca.

J.P: Qual foi o seu momento mais brilhante?
CP: Sem dúvida o dia que consegui fazer seis séries de quatro apoios, direto.

J.P: Qual sua grande conquista?
CP: Aquele aparelho de escada que tem na academia, sabe? Consegui comprar um pra dentro de casa. Parcelado.

J.P: Qual a grande extravagância que já fez?
CP: Fiquei uma semana sem malhar, estava com hérnia.

J.P: Sua maior qualidade e defeito?
CP: Meu glúteo é lindo, mas tenho duas celulites que são problemáticas.

J.P: Quem te inspira?
CP: Gracyanne Barbosa.

J.P: Quem não entra na sua vida?
CP: Carboidrato à noite. Jamais!

J.P: Ser bonita é…
CP: Ter um bom megahair.

J.P: Melhor conselho que já ouviu. De quem?
CP: Uma amiga da academia sempre me diz: “Para você chegar a algum lugar, tem que dar… o que tem de melhor”, entendeu?

J.P: Do que você tem orgulho?
CP: Dos meus glúteos, óbvio!

J.P: Um vício?
CP: Malhar.

J.P: Uma mania?
CP: Malhar todo dia.

J.P: Se acha uma pessoa de sucesso?
CP: Claro!

J.P: Fraqueza de consumo?
CP: Tenho uma coleção de calças para malhar.

J.P: Maior pesadelo?
CP: Aparecer uma estria.

J.P: Para onde vai quando quer estar sozinha?
CP: Academia.

J.P: Quem merece seus likes no Instagram?
CP: Nicole Bahls e Gracyanne Barbosa.

J.P: Se pudesse viver à base de um alimento, qual seria?
CP: Batata-doce.

J.P: Para perder peso eu…
CP: Vivo à base de frango.

J.P: Drinque predileto?
CP: Qualquer um que tem whey protein.

J.P: Maior arrependimento?
CP: Não ter malhado ontem.

J.P: Qual talento gostaria de ter?
CP: Nenhum. Sou completa.

J.P: Tipo de gente que você tem dificuldade de conviver.
CP: Pessoa que não se cuida.

J.P: Qual qualidade admira no homem e na mulher?
CP: Nos homens o abdome e nas mulheres os glúteos.

J.P: O que mais valoriza nos amigos?
CP: O corpo.

J.P: Se pudesse mudar alguma coisa em você o que seria?
CP: Nada! Sou perfeita.

J.P: O que ou quem é o grande amor da sua vida?
CP: O homem que está me bancando, mas nem vem que não posso falar quem é…

J.P: Melhor parceria na pista de dança?
CP: A meia-calça igual a da Anitta.

J.P: Qual o gato do verão?
CP: O que eu “tô” pegando, que nem é tão bonito, mas eu finjo que é porque ele tá me bancando.

J.P: Quem é mais bonito/gostoso, o Otaviano Costa ou o Joaquim Lopes?
CP: Gosto dos dois, já peguei os dois, mas não divulgo na mídia.

J.P: O trabalho mais memorável de sua vida?
CP: Ter me tornado uma estrela do Vídeo Show.

J.P: A pessoa mais interessante que já conheceu?
CP: Um diretor da Globo, mas não posso falar o nome.

J.P: Quem te imita?
CP: Muita gente, nem consigo enumerar as invejosas.

J.P: Meta de vida?
CP: Casar com alguém da família Marinho.