07.06.2017  /  12:28

Carol Dieckmann, nova fase: “do lar”, pintora de aquarelas, dizendo não pra Globo

Carolina Dieckmann: numa "nice" || Créditos: Reprodução/ Instagram
Carolina Dieckmann: numa “nice” || Créditos: Reprodução/ Instagramo

Carolina Dieckmann acaba de recusar um papel “incrível” em uma novela das nove da Globo. “Acho que a Grazi [Massafera] pegou”. Se era tão maravilhoso, por que dizer não? Glamurama foi conversar com a atriz sobre suas novas escolhas. Vem ler! (por Michelle Licory)

Em suspenso

“Continuo contratada da Globo, já fiz uma série lá neste ano, que ainda não estreou, então está tudo bem. Estava escalada para a novela do Walcyr [Carrasco], que eu não consegui… Não vai dar pra eu fazer porque o José [seu caçula] está muito bem adaptado na escola em Miami [onde a família está morando por conta do trabalho do marido dela, Tiago Worcman]. Fazer uma novela que se passa no Tocantins para quem mora nos Estados Unidos ficou inviável. Eu fiquei supertriste, era mesmo um personagem incrível. Agora estou escalada para a novela do Aguinaldo [Silva], vamos ver. Quando chegar mais perto… É depois da do Walcyr, pra março do ano que vem…”

“Um presente de Deus”

“Não sou ansiosa. Estou cuidando do meu filho, fazendo meu curso de inglês, minhas pinturinhas. Estou ótima. Sou bem tranquila em relação a isso. Trabalhei muito durante muitos anos e se o Tiago não tivesse sido chamado para uma vaga fora do país eu não pararia de trabalhar. Calhou, foi sorte. Acho que a vida é isso: o que a gente faz do que a vida oferece pra gente. E tem sido uma oportunidade de me reciclar, de parar um pouco, olhar pra mim, minha história, viver algumas coisas, ter coisas novas dentro de mim. Os anos passam e a gente não pensa nisso porque os trabalhos vão acontecendo e vida que segue, tem conta pra pagar, ‘vambora’. Ter uma oportunidade dessas nesse momento de carreira, acho que já tenho 24 anos de estrada… Estou achando um presente de Deus, sorte”.

“Ou vai, ou racha”

“Aqui no Brasil o Tiago é o marido da Carol, lá eu sou a mulher do Tiago. E eu amo! É tão bom ser mulher dele um pouco, ele foi tantos anos meu marido. Um companheiro tão incrível. E tem uma coisa que acontece: vários amigos meus falavam que o casamento quando você mora fora ou vai, ou racha. É muita convivência, muito intenso. E nosso casamento está tão legal, a gente está gostando tanto. Ficamos junto todo dia, ele cozinha, está muito gostoso. O Tiago deve estar orgulhoso, ele não fala muito sobre isso, mas deve estar feliz por eu ser um pouco só mulher dele”.

“É papo de maluco, mas é verdade”

“Estou me dedicando a fazer aquarelas. Fiz um curso em Miami, mas já tinha começado a experimentar antes de me mudar pra lá. Não me sinto uma artista pronta para expor nada, imagina. Acaba que o que eu estou fazendo é um pouco reflexo do que estou sentindo, nem sei, nem tenho muita noção. Daqui a algum tempo, quando eu olhar, vou identificar um monte de coisa que eu ainda não vejo exatamente. A arte visual, colocar em algum lugar as coisas que você sente, ela é misteriosa. Isso porque cada um vê uma coisa, você mesmo vê coisas diferentes com o tempo, vai amadurecendo aquilo. É papo de maluco, mas é verdade. Estou bem feliz, estou gostando”.

“Não sei até quando vou conseguir negar isso”

“Estou nesse momento, de ver um agente lá. Estava supernegando. Nunca tive vontade de trabalhar fora do Brasil. Acho que tenho uma carreira muito identificada com meu país, principalmente por conta das novelas, e de elas serem algo tão especial para o público daqui. Gosto de trabalhar aqui, gosto dos colegas, do que a arte significa nesse país, com esse povo, essa situação econômica e cultural. Só que eu não sei até quando vou ficar lá, então não sei até quando vou conseguir negar isso, essa questão de trabalhar lá também”.