04.10.2013  /  11:57

Cara Delevingne: ‘Não se pode viver com arrependimentos. Mantenha a cabeça erguida’

Por Michelle Licory

Cara Delevingne, que está no Brasil para o lançamento da campanha de verão da Bo.Bô, estrelada por ela, recebeu o Glamurama no Hotel Fasano de Ipanema para um bate papo. A conversa foi poucas horas antes da modelo ganhar uma festa em sua homenagem no bar Palaphita, com direito a show do MC Federado e os Leleks. Perguntamos se ela gosta do som deles. “Lelekleklek”, cantarolou. “Eles são incríveis, bem legais. Mal posso esperar”, respondeu, aos risos. Todo mundo sabe que Cara adora dançar, mas será que ela encararia um funk carioca? “Hell Yea! Por que não? Preciso de umas dicas, mas estou pronta. Adoro samba e todos aqueles passos sacudidos e felizes. Levem uma bateria que eu toco com eles.”

* “Um dia quero morar no Rio. Tem algo sobre este país que me encantou desde a primeira vez que vim [esta é a quarta]. Sempre que volto, é uma experiência diferente. Acho muito relaxante acordar e beber açaí, andar por aí, conhecer o máximo de pessoas que conseguir, ir à praia, nadar. E fazer isso com meus biquínis brasileiros, que valorizam o bumbum e são os melhores para nos bronzearmos.”

* Mudando de assunto, perguntamos se a top – que foi vista derrubando um pó branco, o que teria lhe custado um contrato com a H&M – tem algum arrependimento na vida. “Não, não. Não se pode viver com arrependimentos, ou seria uma perda de tempo. É preciso seguir em frente. Não há sentido em olhar pra trás. Alguém uma vez disse: ‘Não se torne viciado em sua própria história.’ Não culpe o que já passou. Tudo que te aconteceu faz você ser quem é hoje, então mantenha a cabeça erguida, andando para frente.” Sobre as comparações da mídia internacional, que a elegeu a “nova Kate Moss”, ela diz: “Como amiga, ela é incrível, uma ótima pessoa, muito doce. Me deu tantos conselhos e me ajudou a passar por muita coisa… Acho a comparação uma honra, mas não uma verdade. Kate é um ícone, uma supermodelo, e não me vejo assim.”

* Uma revista britânica acaba de publicar que Cara estaria sentimentalmente envolvida com dois rapazes: Harry Styles, do One Direction, que seria um relacionamento mais antigo, e com o ator Aki Omoshaybi, com quem contracena no filme “Kids in Love”. Então a gente quis saber se ela acha possível se apaixonar por dois homens ao mesmo tempo. “Sim.” Opa! Mas logo ela desvia o assunto… “Minha vida pessoal é minha vida pessoal… Sempre inventam coisas e eu acho graça. Isso é uma besteira. Essa história não é verdade, não. Mas acho possível, sim.” E por falar em sua recente carreira no cinema… “Isso é muito louco. Não esperava que fosse acontecer tão rápido, mas estou fazendo bastante coisa. Acabei de rodar dois longas e já vou fazer outro em novembro, o que me deixa bem feliz.” Por fim, perguntamos se ela mexeria nas sobrancelhas por um personagem. “Nunca tinha pensado nisso. Bom, eu rasparia o cabelo, se fosse necessário. Mas as sobrancelhas? Não sei o que faria. Já tive que descolori-las uma vez… Mas preciso delas no meu rosto, ou estaria ferrada. Me  sentiria nua.”