12.12.2019  /  17:14

Capa e recheio do caderno de cultura do ‘New York Post’, Rodrigo Santoro é chamado de “Brad Pitt brasileiro”

Rodrigo Santoro é capa e recheio do caderno de cultura do ‘New York Post’ // Reprodução New York Post

‘Brad Pit brasileiro’? Esse é o apelido de Rodrigo Santoro nos EUA. Uma prova de que sua carreira por lá segue de vento em popa. Outra prova? Ele está na capa do caderno Alexa do ‘New York Post’, apenas… Filmando duas produções internacionais — as séries de TV “Westworld”, em Los Angeles, e “Reprisal”, na Carolina do Norte —, ele é destaque da editoria de cultura do jornal americano. Em entrevista, o ator falou justamente sobre o desafio de fazer carreira no exterior. Aos 44 anos, ele se divide entre São Paulo, Rio e EUA: “Minha vida no Brasil era perfeita. Minha carreira, ótima. Eu mal falava inglês. Não conseguia nem juntar algumas palavras. Meu inglês era muito ruim. Então, fui abordado por agentes e pensei: ‘Como nos filmes? Como Hollywood? Você está brincando comigo?'”, lembrou ele, que no início dos anos 2000 passou um mês em San Diego estudando o idioma, antes de estrear em Hollywood, em “The Roman Spring of Mrs. Stone”, em 2003.

Com várias produções gringas no currículo, Rodrigo diz que está “no melhor momento de sua vida”, e comemora a oportunidade de interpretar papéis tão distintos. Para viver o personagem Joel Kelly, um líder durão em “Reprisal”, teve que deixar a barba crescer por três meses. “Está muito úmido na Carolina do Norte e filmamos o verão inteiro, meu Deus”, contou ele, que revelou estar ansioso para se livrar da barba assim que as gravações terminarem.

Mel Fronckowiak, a mulher do galã, também foi citada na matéria como “atriz, cantora, modelo e blogueira de moda”, assim como a filha do casal, Nina, de 2 anos. O texto revela ainda que o ator pretende voltar a morar no Rio quando terminar as filmagens e passar mais tempo curtindo a filha: “Ela é minha maior professora. Gosto de observá-la, mais do que brincar com ela e ensiná-la. Ela não gosta de brinquedos. Ela gosta da natureza e brincar de esconde-esconde. Ela nasceu dançando. Ouvimos música e dançamos todos os dias”.

Em post de Rodrigo em seu Instagram, elogios de amigos brasileiros, como Marcelo Serrado, Eriberto Leão, Selton Mello, Milhem Cortaz, entre outros. Glamurama, que é fã de Rodrigo Santoro, endossa o coro!