Capa e recheio da revista J.P, quando não está no set de ‘Verão 90’, Isabelle Drummond dedica seu tempo a projetos sociais

12.04.2019  /  17:44

Isabelle Drummond cresceu aos olhos do público, mas diferente da Manuzita, sua personagem na novela Verão 90, ela não vive nessa jornada eterna atrás do sucesso. E nem precisa…

por Thayana Nunes fotos Pedro Dimitrow edição de moda Luis Fiod beleza Ale de Souza

É sexta-feira no Rio de Janeiro e Isabelle Drummond não está se programando para as festinhas do fim de semana ou aproveitando o pôr do sol em um bar de praia, como muitas jovens da sua idade. Ela acorda cedinho e, quando não tem gravação no Projac, parte para fazer o bem. Há dois anos, com alguns amigos, ela participa de projetos em comunidades carentes da cidade e acompanha moradores de rua no centro. Ajuda de todas as maneiras, com lazer, alimentação, doação de roupas, reforma de casas… Algo que começou aos poucos, mas que agora virou uma ONG, a Casa 197. É seu maior orgulho hoje, ao lado, claro, da Levê Pocket, uma empresa de alimentação saudável que lançou há pouco mais de um ano. A comida é toda natural, produzida com ingredientes de pequenos produtores e embalada em potes de vidros, supersustentável. “Sempre gostei de gastronomia e acho que tem um público que quer comer saudável na rua, na praia, no metrô”, diz ela para a J.P, enquanto aponta para a amiga barra empresária barra sócia Mariana Fernandes, que encabeça ambos os projetos com ela e que a acompanhou no nosso ensaio.

Não é à toa que Isabelle chegou com o livro 10 Leituras Essenciais Harvard Business Review debaixo do braço e, nos intervalos, sempre dava um jeito de ler algum parágrafo e discutir com a amiga. Esse lado mulher de negócios está rendendo bons frutos: ela é convidada para falar de empreendedorismo em palestras e seus potinhos de vidro saudáveis já estão sendo vendidos até dentro da Globo. “Sou uma pessoa que gosta de ter frentes, não tenho problema de fazer muitas coisas”, afirma.

Investir em algo fora da TV pareceu natural para ela, que vive aos olhos do público desde cedo – aos 7 anos deu vida à boneca Emília do ‘Sítio do Picapau Amarelo’ e é dela uma das personagens mais marcantes das novelas nos últimos tempos, a empreguete Cida, de ‘Cheias de Charme’. E outra prova de que é bem diferente das meninas da sua geração é que Isabelle adora os papos-cabeça com atores veteranos como Aracy Balabanian e Malu Mader, de quem se diz muito amiga. “Existe uma coisa muito preciosa nessas artistas, que a gente precisa olhar e ter como referência, como o desprendimento, a não vaidade, uma entrega profunda à arte”, reflete, sem querer fazer comparações. “Estamos em um momento diferente. Agora é outra cultura, natural com toda essa tecnologia. Mas acho que é hora de a gente prestar atenção no que era bom.”

Sempre discreta em relação à vida pessoal, foram poucas as vezes que se envolveu em alguma polêmica. Teve o fim do namoro com o cantor Tiago Iorc – notícias diziam que Bruna Marquezine era responsável pela briga do casal, o que foi desmentido na época – e a foto da bandeira do Brasil publicada em seu Instagram no primeiro dia deste ano, alvo de críticas por parecer apoio a Jair Bolsonaro. Mas ela não liga. A fama não a incomoda. “É consequência do nosso trabalho. Meu olhar é para a arte e muito mais para dentro do que estou fazendo do que para fora.” A verdade é que Isabelle, bem diferente da Manuzita, de ‘Verão 90′, novela das 7 da Globo, tem uma vida bem com os pés no chão. “Levo uma vida muito real.”

UM LUGAR NO MUNDO: Florença, Itália

NÃO FALTA NO CAFÉ DA MANHÃ: Mel

ATIVIDADE FÍSICA: Balé e treino funcional

LIVRO: ’10 Leituras Essenciais Harvard Business Review’

UMA MÚSICA: “Temporary One”, Fleetwood Mac

A MÚSICA QUE TE REPRESENTA: “My Heart Is Yours”, Jeremiah Bowser

LOOK FAVORITO: Jeans, cinto e blusinha leve de seda

MULHER DE ESTILO: Minha avó Dirce

INSTAGRAM PARA SEGUIR: @filmatic

PERSONAGEM NA FICÇÃO: Edward Mãos de Tesoura e Tonho da Lua, de ‘Mulheres de Areia’

ADMIRA EM VOCÊ: Lealdade

QUERIA MUDAR… Teimosia

UMA INSPIRAÇÃO: A missionária Heidi Baker

UMA MANIA: Morder os lábios

DESEJO PARA DAQUI DEZ ANOS: Ter realizado alguns projetos sociais que idealizamos e deixar modelos sustentáveis para pessoas nessa área

UM SONHO: Conhecer Israel

SER FELIZ É… Viver meu propósito de vida por completo e trabalhar com projetos sociais

Confira as fotos do ensaio de Isabelle para a revista J.P: