27.08.2020  /  10:19

Candidato independente à presidência dos EUA, Kanye West aparecerá nas cédulas de pelo menos três estados de lá

Joe Biden, Kanye West e Donald Trump || Créditos: Reprodução

Candidato independente à presidência dos Estados Unidos, Kanye West terá seu nome impresso nas cédulas eleitorais de pelo menos três estados americanos cujas populações somam mais de 14,2 milhões de habitantes no pleito do próximo dia 3 de novembro, data em que os americanos escolherão o próximo morador da Casa Branca (ou se vão manter Donald Trump na residência oficial por mais quatro anos). Frise-se que tanto os republicanos quanto os democratas não estão dando muita bola para a candidatura do bilionário dos sneakers, o que é um erro na visão da especialista em política da Fox News Harris Faulkner.

Trata-se de um feito e tanto para o rapper, que conseguiu na última terça-feira conseguiu atender todas as regras para garantir sua participação na eleição presidencial ao menos em Idaho, Minnesota e no Tennessee. Em cada um, ele precisou das assinaturas de 275 delegados eleitorais para manter sua pretensões de disputar o cargo de chefe do executivo americano. Só no Tennessee foram 332 assinaturas.

West já tinha conquistado o mesmo direito de concorrer no Arkansas, Colorado, Oklahoma, Utah e em Vermont, mas em todos esses casos algumas disputas legais tornam sua situação indefinida. Seu próximo alvo será o Arizona, um dos estados dos EUA com maior peso eleitoral, o no qual o marido de Kim Kardashian está preparado para gastar US$ 500 mil do próprio bolso para ter a chance de ser apresentado aos eleitores de lá junto com Trump e o democrata Joe Biden. (Por Anderson Antunes)