12.03.2020  /  9:19

Candidata à vice-presidência dos EUA em 2008, Sarah Palin reaparece na TV vestida de ursa

Sarah Palin e sua fantasia no “The Masked Singer” || Créditos: Reprodução

Muitos dos americanos que ligaram a televisão nessa quarta-feira para assistir o comentadíssimo pronunciamento ao vivo feito pelo presidente Donald Trump sobre as medidas adotadas pelos Estados Unidos em relação ao novo coronavírus se surpreenderam, momentos antes da transmissão oficial, com o ressurgimento na telinha de uma personagem que fez bastante barulho durante as eleições presidenciais americanas de 2008 – ano que, por sinal, lembra bastante o atual, já que foi naquela época que estourou a grande crise financeira internacional que antecede a que começou a tomar forma não faz mais de um mês, e que naquele caso e assim como parece que será o de 2020 foi o que grande fator que definiu a corrida pela Casa Branca.

É que Sarah Palin, que há 12 anos foi candidata à vice-presidente dos EUA pelo Partido Republicano na chapa encabeçada por John McCain, apareceu vestida de urso em um episódio do talent show musical “The Masked Singer”, da rede americana “Fox”, e no qual celebridades topam se fantasiar dos pés à cabeça a fim de não serem reconhecidas pelo público e pelos outros participantes da atração enquanto cantam músicas de sua escolha.

No caso da ex-governadora do Alaska, que certa vez declarou que consegue ver a Rússia da janela de sua casa, a canção escolhida foi “Baby Got Back”, hit de 1992 lançado pelo rapper americano Sir Mix-a-Lot. Inicialmente apresentada como Bear (ursa, em inglês), Palin deixou todos boquiabertos no fim da apresentação quando tirou uma máscara que usava e revelou sua identidade. “Esse provavelmente é o momento mais chocante para mim nesse programa”, Nick Cannon, que apresenta o “The Masked Singer” e nunca fica sabendo previamente quem serão os famosos disfarçados que surgirão em cena, disse diante da revelação que logo virou trending topic no Twitter.

Entre os comentários mais comuns no microblog sobre a performance de Palin, a conexão com o fim do mundo era inevitável. “No futuro os historiadores dirão que o pontapé da maior mudança vivida pela humanidade começou com uma ex-candidata ao cargo de VP dos EUA cantando e dançando vestida de ursa na TV”, escreveu um tuiteiro. “Se tivesse sido tudo combinado, não teria sido um primeiro ato do fim dos tempos tão perfeito e irônico”, tuitou outro. A propósito, e tal como em 2008, a ex-política não teve sorte e acabou sendo a primeira eliminada da noite. (Por Anderson Antunes)

*

Dá um play no vídeo aí embaixo pra assistir Palin em ação no “The Masked Singer”: