LeBron James: o maior contrato da história
LeBron James: o maior contrato da história || Créditos: Getty Images

Após contrato vitalício com a Nike, saiba por que LeBron James vale tanto

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
86228913
LeBron James: o maior contrato da história || Créditos: Getty Images

Durante a semana, a notícia que abalou o mundo dos negócios foi de que a superestrela do basquete americano LeBron James fechou contrato vitalício com a Nike, acordo que nem o maior jogador da história do esporte, Michael Jordan, tem. Os valores não foram divulgados, porém fontes ligadas ao atleta afirmam que o contrato assinado no começo do ano entre a Nike e Kevin Durant – segundo melhor jogador da NBA, de 300 milhões por 10 anos – é dinheiro de pinga perto dos valores acordados entre a marca esportiva e LeBron. Mas por que o jogador vale tanto? Glamurama listou alguns motivos que tornam o jogador tão importante para a Nike:

Qualidade como jogador

De nada adianta qualquer outro atributo do jogador se ele não for bom dentro da quadra, e isso LeBron não precisa se preocupar. Na NBA desde 2003, o jogador ainda não dá sinais de que vai parar e acumula mais prêmios que jogadores aposentados ainda não conseguiram em toda uma carreira. Ele já foi duas vezes campeão e melhor jogador das finais, em quatro temporadas ganhou o prêmio de melhor jogador da liga, e em seus 12 anos de liga, foi ao jogo das estrelas (que reúne do melhores jogadores da temporada) 11 vezes. Ah, e ele já está entre os jogadores com mais pontos na história da liga, sendo que provavelmente jogará por mais 6 anos. Quer mais?

143576662CC085_Miami_Heat_v
LeBron James durante sua passagem por Miami || Créditos: Getty Images

História de carreira

A história de LeBron é curiosa. Ainda no ensino fundamental, se destacava quando jogava pela escola de sua cidade, Akron, em Ohio. Desde então foi o menino dos olhos de um estado que ama esporte, mas que historicamente acumula fracassos nas ligas profissionais. Quando chegou na idade para entrar na NBA, não quis ir para a faculdade  – a linha lógica para a maioria dos jogadores – e foi para a liga profissional de basquete, no Cleveland Cavaliers, time do estado. O casamento foi perfeito, ele se tornou mais ainda a esperança de Ohio. Ficou na equipe de 2003 até 2010 sem conseguir vencer um campeonato, e se mudou para Miami, para jogar pelo Miami Heat.  A mudança foi vista como traição, por ter trocado a cidade que o amava por um time melhor. Na Florida ficou quatro anos, vencendo seus dois títulos. Reconsiderou a decisão e voltou para Cleveland para dar um título à cidade que sempre o acolheu. A Nike não cansa de explorar essa história, e dedica grande marketing ao seu retorno.

Esse outdoor foi colocado na frente do ginásio do Cleveland Cavaliers após o retorno do jogador à cidade: idolatria acima de tudo || Créditos: Reprodução
Esse outdoor foi colocado na frente do ginásio do Cleveland Cavaliers após o retorno do jogador à cidade: idolatria acima de tudo || Créditos: Reprodução

Expansão da NBA no mundo

Até os anos 90, a NBA era vista como um campeonato de gangsters. Desde então, a liga se dedicou a mudar sua imagem, e hoje tenta expansão internacional. Para isso, criou sua série internacional, promovendo partidas no Brasil, na Tailândia, China, México e Europa. Com a liga se espalhando pelo globo, seus jogadores também ficam conhecidos internacionalmente, e ter o melhor jogador da NBA vinculado de maneira vitalícia à sua marca é um grande avanço para a Nike no mundo inteiro

Nike x Adidas

A disputa entre as duas maiores fornecedoras esportivas é travada em todos os esporte, e na NBA a Adidas leva vantagem. É dela os direitos de fazer os uniformes e roupas oficiais licenciadas de todos os times da liga até o final de 2017. Ter LeBron é estratégico para a Nike entrar em um mercado em que está em desvantagem.

Mentalidade

Além de ser um grande jogador, LeBron é um grande profissional. Recentemente, declarou que iria começar a usar camisas mais justas e shorts mais curtos. Por que? Ele afirma que uniformes largos não ressaltam o caráter profissional que um jogador deve ter quando joga na NBA. Essa atitude, junto com o fato de que LeBron nunca se envolveu em polêmicas fora da quadra, mostram sua ética de trabalho, característica essencial para os americanos.

Os dois "looks" de LeBron || Créditos: Getty Images
Os dois “looks” de LeBron || Créditos: Getty Images

Carisma

LeBron pode ser o melhor atleta da liga, ter a melhor atitude e história do mundo. Porém nada disso seria tão relevante para estratégias de marketing se ele não fosse carismático. E ele  é um dos jogadores mais articulados da liga, e tem grande senso de humor. Sua participação no filme “Descompensada” foi considerada por muitos a melhor já feita por um atleta.

Você também pode gostar