05.03.2020  /  16:55

“Caminho Zen” estreia no GNT com trio dos bons: Monja Coen, Fernanda Lima e Alberto Renault

Monja Coen, Fernanda Lima e Alberto Renault no Japão para as gravações de Caminho Zen || Créditos: Bruno Prada / Divulgação

Refletir sobre temas universais e os conflitos da sociedade atual, essas são as premissas de “Caminho Zen”, novo programa do GNT, que estreia nesta quarta-feira, às 23h, com apresentação de Monja Coen e Fernanda Lima e direção de Alberto Renault. O programa vai mostrar em cinco episódios os contrastes do povo japonês, desde a cultura zen até as modernidades de Tóquio. “O Japão imprime as inquietações da vida atual com uma cultura ancestral muito presente no dia-dia. Nas gravações, tivemos encontros muito ricos que permitiram as reflexões que queremos compartilhar com o público”, comenta Alberto Renault.

E o público ainda vai matar as saudades de Fernanda Lima que estava grávida durante aas gravações – sua filha Maria Manoela nasceu em outubro. Ela divide a apresentação do programa com a Monja Coen e fala sobre esse momento: “O que é muito impactante no Japão é o contraste entre a tradição e a modernidade. A gente consegue ver templos, prédios de 50 andares e inovações tecnológicas. Acho que a natureza foi o meu primeiro grande despertar e a oportunidade de entender que a gente é muito pequeno neste universo”. Já a Monja teve a oportunidade de revisitar os lugares que foram importantes para sua formação religiosa: “É como voltar para casa. A vida no mosteiro é uma vida de grande intimidade com tudo, não só com as pessoas, mas com objetos, portas, paredes. É um reencontro sempre”, explica.

“Caminho Zen” será um convite para aprender, desaprender, perguntar, compreender e trocar, além das dores da vida moderna e nossa relação com o tempo, o agora, desapegos e afetos. Vale a pena colocar no canal!