15.05.2019  /  15:38

‘Cabaré Transpoético’ estreia em SP com direção de Aderbal Freire-Filho, Beatriz Azevedo e Lucélia Santos

Aderbal Freire-Filho, Beatriz Azevedo e Lucélia Santos estão em ‘Cabaré Transpoético’, que mistura poesia, música, teatro, projeções audiovisuais e intervenções performáticas

Se você gosta de espetáculos, o ‘Cabaré Transpoético’ é daqueles imperdíveis, que une diversas linguagens artísticas: poesia, música, teatro, projeções audiovisuais e intervenções performáticas. E tudo isso poderá ser visto no Sesc Pompéia, em São Paulo, apenas de 16 a 26 de maio. O espetáculo surgiu do desejo de Beatriz Azevedo em criar um cabaré no Brasil do século XXI, inspirado no Cabaret Voltaire do início do século XX. Para isso, ela convidou nada menos do que o diretor Aderbal Freire-Filho e a atriz e Lucélia Santos, que dividirá o palco com Beatriz e os músicos Jorge Helder, Pedro Amparo e João Bettencourt.

No Cabaré Transpoético, Aderbal criou a encenação a partir dos poemas do novo livro de Beatriz, ‘Abracadabra’ – que será lançado durante a temporada em São Paulo. Além dos poemas, as canções da peça também foram compostas por ela: “Estamos em um momento em que somos todos trans, nos valendo do poder transformista/transformador para enfrentar esse momento político de enorme retrocesso social, de ameaça às artes, à cultura, ao saber”, diz Beatriz.

A mágica do espetáculo está na presença das duas mulheres no palco. ‘Uma das letras diz que: “Deus é mulher e mulher é bruxa”. Quero instaurar este lugar de uma mulher bruxa e poderosa, que pode nos tirar deste buraco em que estamos. A invenção de um “TransMatriarcado” para nos livrar dos males do Patriarcado. É uma utopia, uma forma de sobreviver a um estado de guerra sem esquecer do humor, da alegria e da subversão da arte’, conta a atriz.

Serviço
Cabaré Transpoético
Com Beatriz Azevedo e Lucélia Santos
De 16 de maio de 2019 a 26 de maio de 2019,
Quintas, sextas e sábado, às 21h e domingos, às 18h
TEATRO SESC POMPEIA – rua Clélia 93. Pompeia, São Paulo.