Kanye West || Créditos: Getty Images

Bye, hip hop? Kanye West afirma que será um dos maiores desenvolvedores imobiliários da história

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Kanye West || Créditos: Getty Images

Kanye West já declarou pra quem quiser ouvir que “ama” Donald Trump, mas será que é só isso mesmo? Em um bate papo de quase duas horas com o radialista americano Charlamagne tha God, o rapper deu indícios de que quer seguir os mesmos passos do republicano no mundo empresarial e revelou que tem mais de 120 hectares de terras
espalhadas pelos Estados Unidos nas quais pretende construir pelo menos cinco grandes propriedades residenciais e comerciais, que eventualmente poderiam virar verdadeiras metrópoles.

A primeira delas já estaria em desenvolvimento, e tal como Trump o marido de Kim Kardashian não economiza nos superlativos para falar do projeto. “Eu vou me transformar em um dos maiores desenvolvedores imobiliários de todos os tempos. Serei o que Howard Hughes foi para a indústria de aeronaves e o que Henry Ford foi para a dos carros”, ele disse na conversa com Charlamagne. “Tenho bons contatos, entendo de espaços e proporções… Vamos erguer cidades”.

Para o site “The Cut”, no entanto, não é exatamente o atual presidente dos Estados Unidos a inspiração de West – que, aliás, também sonha com a Casa Branca. Mais do que isso, o astro mais polêmico do hip hop estaria mais interessado em seguir os passos do líder religioso Rajneesh Chandra Mohan Jain, idealizador de uma seita fortemente baseada na ideia de isolamento social.

Morto em 1990, Mohan Jain – que nasceu na Índia e passou boa parte da vida nos EUA – fez isso de maneira controversa nos anos 1980 no estado americano do Oregon. Preso em 1985 sob a acusação de conspirar contra as autoridades americanas para escapar de punições por desrespeitar leis de imigração, história contada em detalhes
no documentário “Wild Wild Country”, da Netflix. (Por Anderson Antunes)

*

Quem quiser ouvir a íntegra da entrevista (em inglês) de West para Charlamagne, é só dar um play aí embaixo: