20.08.2020  /  12:11

Britney Spears recorre à justiça para se livrar da curadoria financeira exercida por seu pai

Britney e Jamie Spears || Créditos: Reprodução

Além dos fãs de Britney Spears que clamam desde julho pelo fim da curadoria que há 12 anos concedeu ao pai dela, Jamie Spears, poderes plenos sobre suas finanças e até sobre detalhes de sua vida pessoal, agora é a própria cantora que resolveu recorrer à justiça para se livrar do controle total exercido por ele. Nesta quarta-feira, os advogados da princesinha do pop arquivaram uma ação em um tribunal de Los Angeles na qual pedem que Jamie tenha seus direitos de curador suspensos, alegando que sua cliente já está apta a cuidar sozinha de si mesma.

O patriarca dos Spears foi indicado judicialmente como curador de sua herdeira mais famosa em 2008, depois que ela foi internada em uma clínica psiquiátrica para se tratar de uma crise de bipolaridade. De lá pra cá, a estrela da música conseguiu se recuperar e até emplacou alguns trabalhos de sucesso, como a temporada de shows que fez em Las Vegas e a participação fixa como jurada na segunda temporada da versão americana de “The X Factor”.

Nesse período, estima-se que Spears tenha faturado pelo menos US$ 100 milhões (R$ 565,6 milhões) antes dos impostos, apesar de praticamente não ter visto a maior parte desse montante, já que Jamie lhe paga apenas uma mesada modesta. O imbróglio sempre deu o que falar, mas voltou a chamar atenção no mês passado quando um grupo de admiradores da intérprete de “Piece of Me” lançou a hashtag #FreeBritney nas redes sociais para denunciar que sua “ídola” está sendo mantida como prisioneira e exigir sua libertação imediata. (Por Anderson Antunes)