18.02.2021  /  11:12

Britney Spears faz post misterioso e fãs enlouquecem tentando decifrar possível pedido de ‘socorro’

Britney Spears // Reprodução Instagram

A última postagem de Britney Spears no Instagram alimentou especulações de longa data de que a cantora está usando as redes sociais para pedir ajuda. A popstar, de 39 anos, ganhou as mídias por conta do polêmico documentário ‘Framing Britney Spears’, produzido pelo The New York Times, que investiga as circunstâncias que interditaram a cantora em 2008, depois de seu colapso mental. Na época, um tribunal de Los Angeles concedeu ao pai da cantora o controle total sobre suas finanças, desencadeando o movimento #FreeBritney entre os fãs que querem vê-la livre para assumir o controle de sua vida novamente.

Inúmeras teorias são levantadas, a mais forte delas de que Britney, totalmente controlada pelo pai e advogado, usa suas redes sociais para enviar pedidos de socorro. Cassie Petrey, gerente de mídias sociais da cantora, pede para que os seguidores não confundam as coisas e que os posts “não são tão profundos” quanto pensam.

Ela disse: ‘Britney não está’ pedindo ajuda ‘ou deixando mensagens secretas em suas redes sociais… Ela está apenas vivendo sua vida e tentando se divertir no Instagram. Ela tem uma equipe para ajudar a criar estratégias, como qualquer grande celebridade.’ Cassie também pediu aos fãs que não ‘intimidassem’ a cantora, insistindo em ler cada nuance das postagens para deduzir se ela está enviando pistas enigmáticas sobre sua batalha para recuperar o controle da própria vida.

Nessa semana, por exemplo, Britney publicou a foto de um tabuleiro de Scrabble com ‘palavras inventadas’ e confusas, com a seguinte legenda: ‘Você consegue encontrar uma palavra que não seja realmente uma palavra?’. Foi o suficiente para quebrar as redes por conta do fuzuê armado por seus 28 milhões tentando encontrar algum código secreto. Será?

*

Em tempo: nesta quinta-feira, o tribunal de Los Angeles, nos EUA, decidiu que o pai de Britney Spears, James Spears, não terá o controle total dos bens da cantora. Terá que aceitar a ajuda de uma empresa de fundos, a Bessemer Trust, que já exercia o co-controle do patrimônio da artista desde novembro do ano passado.