25.09.2018  /  9:46

Britney Spears aceita aumentar a pensão que paga ao ex Kevin Federline

Britney Spears e Kevin Federline || Créditos: Getty Images

Depois de meses brigando nos tribunais, Britney Spears e Kevin Federline finalmente chegaram a um acordo. O ex da cantora e pai dos dois filhos dela – Sean, de 13 anos, e Jayden James, de 12 anos – recorreu à justiça dos Estados Unidos em maio para pedir que a pensão de US$ 20 mil (R$ 82,5 mil) que recebe da “princesinha do pop” desde o fim do casamento deles há onze anos fosse triplicada, e justificou a demanda citando que seus ganhos atuais não são suficientes para manter o alto padrão de vida desfrutado pelos herdeiros deles na casa da mãe.

Conforme o site “TheBlast.com” noticiou nessa segunda-feira, citando dados da ação aos quais teve acesso, Brit topou aumentar os valores que paga mensalmente ao ex, meio que a contragosto, porém a cifra é mantida sob segredo judicial. Além disso, a dona do hit “Toxic” também aceitou bancar os custos legais que Federline teve ao longo do imbróglio, de mais de US$ 100 mil (R$ 412,5 mil).

Brit encerrou no começo do mês sua última turnê mundial, batizada “Piece of Me Tour”. Ela fez 41 shows na América do Norte, Europa e Ásia e faturou perto de US$ 100 milhões (R$ 412,5 milhões) com as apresentações, que também lhe renderam uma indicação de Melhor Turnê de 2018 no People’s Choice Awards. Aos 36 anos e mais comportada do que nunca, a popstar é dona de uma fortuna estimada em US$ 220 milhões (R$ 907,5 milhões). (Por Anderson Antunes)