29.01.2019  /  10:12

Brigitte Macron causa polêmica com tênis de mais de R$ 3 mil em visita ao túmulo de Ramsés II

Brigitte e Emmanuel Macron saindo de um dos templos de Abu Simbel || Créditos: Getty Images

Ninguém discorda do fato de que Emmanuel Macron, presidente da França, conseguiu unir o país. Só que contra ele mesmo, que praticamente desde que foi eleito para o Palácio de Eliseu vive às turras com os franceses, de direita e de esquerda. Os motivos do desgosto generalizado são vários – desemprego nas alturas, crise migratória batendo na porta e a crescente antipatia ao “estado atual” que, cá entre nós, é um sintoma global. Considerando tudo isso, seria de se pensar que os assessores de Macron fariam de tudo para manter em dia ao menos a popularidade da mulher dele, a primeira-dama Brigitte Macron, lembrando que ela ainda goza de certo prestígio. Certo?

Bom, basta dizer que no tour oficial que estão fazendo pelo Egito, a professora aposentada parece ter se empolgado na hora de escolher o figurino para dar pivô nos templos de Abu Simbel, onde estão depositados os restos mortais do faraó Ramsés II, e apareceu lá usando sneakers da linha Run Away da Louis Vuitton que não saem da loja por menos de € 729 (R$ 3.135). A turma da moda adorou a escolha, mas nem precisa dizer que o povão discorda completamente dos fashionistas nesse caso, não é mesmo? (Por Anderson Antunes)

Os sneakers da primeira-dama, que custam a partir de R$ 3.135 || Créditos: Getty Images