16.11.2017  /  11:16

Brett Ratner está fora das sequências de “Mulher Maravilha” por exigência de Gal Gadot

Brett Ratner e Gal Gadot || Créditos: Getty Images

Gal Gadot levou a melhor em sua disputa contra Brett Ratner. Como Glamurama contou nesta quarta-feira, a estrela de “Mulher Maravilha” declarou guerra ao diretor do longa desde que ele foi denunciado por abuso sexual, e declarou que só aceitaria participar das continuações baseadas na superprodução que até agora arrecadou mais de
US$ 821 milhões (R$ 2,7 bilhões) nas bilheterias internacionais caso ele fosse excluído totalmente desses projetos.

No fim, a Warner Bros. – que é dona dos direitos da heroína da DC Comics para o cinema – achou melhor satisfazer ela e decidiu cortar relações com Ratner. Foi a própria atriz que anunciou a demissão dele, em uma entrevista que deu para o matutino “Today Show”, da TV americana.

Em outubro, Gal já tinha se recusado a entregar um prêmio para o cineasta depois que uma mulher o acusou de tê-la estuprado, e no início deste mês várias outras, inclusive famosas como Ellen Page, Olivia Munn e Natasha Henstridge, revelaram casos de assédio sexual envolvendo ele e dos quais foram vítimas. (Por Anderson Antunes)