17.03.2014  /  17:26

Brasileiro embolsa mais de US$ 9 mi em um ano como CEO da Heinz

No seu primeiro ano como CEO da fabricante de ketchup Heinz, o brasileiro Bernardo Hees embolsou, entre salário e benefícios, algo em torno de US$ 9,2 milhões, de acordo com documentos divulgados pela empresa.

Trata-se, certamente, de uma remuneração de vulto, porém muito menos do que os US$ 110,5 milhões recebidos no ano anterior por William Johnson, seu antecessor na Heinz. Johnson era o CEO da empresa desde 1998, mas foi dispensando após a compra da Heinz pelo Berkshire Hathaway de Warren Buffett em parceria com o 3G Capital de Jorge Paulo Lemann.

Sobre a performance de Hees, aliás, Buffett é só elogios: “Até agora os resultados têm sido animadores”, o bilionário vem dizendo a seus interlocutores.