09.08.2019  /  8:34

Brad Pitt quase morreu quando se submeteu a um tratamento detox da Cientologia, revela ex-membro da igreja

Brad Pitt || Créditos: Reprodução

A lista dos famosos que tentaram se converter à Igreja da Cientologia mas desistiram da ideia no meio do caminho é extensa, mas até então ninguém sabia que Brad Pitt era um deles. Mais do que isso, o astro que atualmente está nos cinemas em “Era Uma Vez em Hollywood” quase morreu quando se submeteu a um processo de desintoxicação que por regra é sugerido a todos aqueles que decidem professar a mesma fé que Tom Cruise e John Travolta.

Quem fez a revelação foi Sam Domingo, nora do cantor de ópera Plácido Domingo e hoje em dia uma ex-cientóloga. Em entrevista ao site “RadarOnline.com”, ela contou que Pitt foi apresentado ao mundo dos cientólogos há mais de 20 anos por sua então namorada, a atriz Juliette Lewis, que é uma das famosas seguidoras dos ensinamentos de L. Ron Hubbard, o polêmico fundador da Cientologia, que morreu em 1986.

De acordo com Domingo, o ex de Angelina Jolie foi submetido a um tratamento conhecido como “sweat box” (“caixa de suor”), que consiste basicamente em tomar uma quantidade sem fim de vitaminas e em seguida permanecer durante pelo menos cinco horas dentro de uma sauna. O problema é que durante uma dessas sessões, que se estenderam ao longo de uma semana, Pitt passou bastante mal e deu um susto em todos.

Em razão da experiência negativa, Pitt, que é amigo de Cruise (os dois atuaram juntos em “Entrevista Com o Vampiro”, lançado em 1994), decidiu abrir mão de tentar qualquer relacionamento mais formal com a Cientologia, apesar de que simpatiza com alguns dogmas que esta propaga. “Eles [a Igreja da Cientologia] tentaram segurar o Brad de todo jeito, mas não conseguiram”, relatou Domingo. (Por Anderson Antunes)