05.09.2019  /  9:51

Brad Pitt fala sobre sua experiência no Alcoólicos Anônimos: “Foi libertador poder me abrir”

Brad Pitt || Créditos: Reprodução

Há males que vêm para o bem, e no caso de Brad Pitt o limão que rendeu uma limonada foi sua conturbada separação de Angelina Jolie, em setembro de 2016. Em entrevista ao “The New York Times” para promover o filme que levou anos produzindo e que finalmente está chegando aos cinemas, a ficção científica “Ad Astra”, o astro de Hollywood confessou que o fim repentino de seu segundo casamento o forçou a buscar ajuda de profissionais para tratar o alcoolismo, já que o hábito dele de beber além foi um dos motivos que levaram Angie a optar pelo rompimento.

“Eu fui até onde poderia ir, mas terminei abrindo mão desse privilégio de abusar da bebida [sem sofrer maiores consequências] para me tratar no Alcoólicos Anônimos”, Pitt disse no bate papo. E olha que o ator 55 anos adorou a experiência, conforme explicou mais pra frente na conversa. “Havia vários homens sentados e se abrindo de uma maneira como nunca tinha visto até então”, contou o galã, que há anos não coloca uma gota de álcool na boca. “E a oportunidade de estar entre essas pessoas e me abrir num espaço seguro e sem julgamentos foi libertadora”.

Jolie e Pitt só conseguiram acertar as contas no fim do ano passado, e por uma coincidência do destino quem cuidou de todo o processo de divórcio dos dois foi o mesmo juiz que os casou, em 2014. Desde então, eles vivem em clima de paz e amor e compartilham a guarda dos seis filhos que tiveram ou adotaram juntos. No que diz respeito à saúde do agora solteirão, ele agora não passa um dia ser dar pivô na academia e, como vegano recém-convertido, não abre mão de uma dieta saudável em hipótese alguma. (Por Anderson Antunes)