06.11.2017  /  11:33

Bono, Madonna e até a rainha Elizabeth II têm nomes citados no Paradise Papers

Bono e Madonna || Créditos: Getty Images

Os nomes de políticos do mundo inteiro não são os únicos que chamam atenção no Paradise Papers, o último vazamento global de documentos contendo dados secretos sobre contas bancárias e empresas mantidas em paraísos fiscais. Madonna, Bono e até a rainha Elizabeth II estão entre as personalidades que tiveram parte de suas vidas financeiras expostas com a explosão do escândalo nesse fim de semana, embora no caso dos três não exista qualquer indício de ilegalidade até agora.

Acionista de uma “empresa de suprimentos médicos” em Bermudas, a material girl manteve o investimento entre 1997 e 2013. Já o líder do U2, apontam os papéis, fez um aporte de capital em um shopping center na Lituânia por meio de uma empresa com sede em Malta. No que diz respeito à rainha, ela recebe dinheiro em razão de um investimento que fez na empresa Dover Street VI Cayman Fund LP em 2005, através do ducado de Lancaster, e parte da grana foi reinvestida em outros negócios. (Por Anderson Antunes)