03.05.2021  /  12:11

Billie Eilish surge repaginada e anuncia nova fase, mas com as mesmas convicções: “Você é hipócrita se quiser mostrar sua pele, é fácil e vagabunda. Se for, então estou orgulhosa”

Aos 19 anos, Billie Eilish amadureceu… e mudou. Prova disso é que a cantora, avessa a expor o corpo, sempre coberto por looks largões com uma ‘pegada’ streetwear – que segundo ela era uma estratégia para esconder o corpo em desenvolvimento -, apareceu totalmente repaginada na capa da Vogue britânica de junho. A cantora, que já havia chamado a atenção por ter platinado os cabelos, surpreendeu ao surgir no melhor estilo pin up.

Fãs e famosos enlouqueceram com as imagens compartilhadas por Billie em suas redes sociais – em poucas horas ela quase ultrapassou a marca dos 18 milhões de curtidas -, e aqueles mais atentos notaram o desenho que desce da região da cintura até a sua coxa direita na foto em que ela usa espartilho nude com trench coat Burberry. Não é possível definir ao certo do que se trata a tatuagem, mas a aposta é que seja um tradicional dragão, com a cauda revelada na perna da cantora.

Essa história da tatuagem “secreta” de Billie Eilish vem de longa data. Em 2019, Billie confessou que queria fazer uma tattoo, e um ano depois confirmou que tinha feito: “Mas você nunca verá isso”, disse ela na época.

“Eu amo essas fotos e adorei fazer esse ensaio. Faça o que quiser, quando quiser. F$#@-se tudo o mais”, escreveu em seu Instagram sobre o ensaio. Sobre trocar a cor dos cabelos, que estavam em degradê do preto para o verde, ela disse: “Me sinto mais como uma mulher, de alguma forma”, mas faz questão de frisar que a mudança radical não foi tomada por pressão para se adequar aos padrões de beleza. “De repente, você é um hipócrita se quiser mostrar sua pele, e você é fácil e você é uma vagabunda e uma prostituta. Se eu for, então estou orgulhosa, Eu e todas as meninas somos vadias, e f*** com isso, sabe? Vamos dar a volta por cima e nos empoderar. Mostrar seu corpo e mostrar sua pele – ou não – não deve retirar nenhum respeito de você”, disparou.

Nas cliques de Craig McDean, Billien usar looks feitos exclusivamente para ela de marcas como Gucci, Buberberry, Valentino Haute Couture, Alexander McQueen, Andreas Kronthaler para Vivienne Westwood, Balmain e Dolce & Gabbana. É muito poder, né? Os acessórios também foram muito pensados, desde meias e luvas de látex Atsuko Kudo até correntes personalizadas em ouro branco e diamantes da Jacquie Aiche. “Ela queria manter as joias delicadas”, diz a diretora de estilo, Dena Giannini. “Preparei tratamentos personalizados para as mãos com Anita Ko e Jacquie Aiche, duas joalherias independentes.

Segundo a profissional, tudo foi elaborado para condizer com a cantora: “Essa artista que define uma geração […] É uma mulher que sabe o que quer. E o que ela queria era ‘algo que ela nunca tinha feito antes’… algo que envolvesse sua feminilidade linda e forte”. O resultado, como escreve o editor-chefe Edward Enninful em sua carta de editor, é “Billie Eilish como nunca a vimos antes”.

Atualmente, ela se prepara para o lançamento do seu segundo álbum, ‘Happier Than Ever’, em 30 de julho. Na última quinta-feira, ela liberou o primeiro single do disco, intitulado ‘Your Power’.