30.08.2019  /  7:30

Warren Buffett completa 89 anos como o quarto homem mais rico do mundo e comendo muita besteira

Warren Buffett || Créditos: Reprodução

Chegar aos 89 anos de vida com a saúde em dia é uma grande conquista para qualquer pessoa. Para Warren Buffett, que completa a idade nessa sexta-feira, o feito tem sabor de dupla vitória por um simples motivo: ao contrário de boa parte dos octogenários, que por questões médicas abrem mão dos prazeres do paladar para seguir dietas balanceadas, Buffett é um notório viciado em junk food, e a única regra que ele segue quando o assunto é comida é justamente não ter regra alguma.

Em um dia normal, o quarto homem mais rico do mundo consome em média 2,7 mil calorias. E pelo menos um quarto da quantidade consiste de Coca-Cola. “Eu bebo pelo menos cinco latinhas de Coca por dia, três pela manhã e duas de noite. Faço isso sempre”, ele contou certa vez.

O bilionário é acionista da The Coca-Cola Company || Créditos: Reprodução

Buffett, é claro, tem um bom motivo para consumir o refrigerante mais famoso do mundo: por meio de sua holding, a Berkshire Hathaway, ele é dono de 9% do capital da The Coca-Cola Company, algo em torno de US$ 17 bilhões (R$ 70,8 bilhões), o que o torna o maior acionista individual da empresa.

Aliás, o café da manhã do bilionário consiste de uma lata de Cherry Coke, a Coca-Cola sabor cereja que foi lançada no Brasil em edição limitada em julho de 2016, junto com uma lata da batata frita em forma de palito UTZ Potato Stix. Buffett é tão fã da marca que até já cogitou comprá-la no passado. Quando quer variar, ele opta por fazer o desjejum com sorvete da Dairy Queen, a rede de fast food especializada em laticínios que também faz parte de seu império.

John Gainor, CEO da Dairy Queen, e Buffett || Créditos: Reprodução

Já o almoço de Buffett geralmente se resume a um belo filé mignon do restaurante Gorat’s, de Omaha, no estado do Nebraska, a terra natal dele. O bilionário frequenta o estabelecimento desde os anos 1940. Geralmente Buffett pede ao pessoal do Gorat’s que entreguem o almoço dele em seu escritório, localizado em um prédio modesto no centro da cidade. Quando está fora de Omaha, ele não pensa duas vezes na hora de almoçar e opta por lanches da Dairy Queen (que serve outras coisas além de sorvete), ocasiões em que aproveita para colocar o papo em dia com John Gainor, CEO da rede, ou do Burger King, que pertence a Restaurant Brands International, controlada pelo fundo 3G Capital, de Jorge Paulo Lemann. Acionista minoritário, Buffett possui cerca de US$ 323 milhões (R$ 1,35 bilhão) em ações da companhia.

Um sorvetinho antes de ir pra cama é fundamental || Créditos: Reprodução

Na hora do jantar, Buffett costuma repetir o cardápio do almoço. A única diferença é que ele se dá ao luxo de comer uma sobremesa antes de dormir, geralmente um sorvete ou um chocolate. Também pela Berkshire Hathaway, ele possui participações em várias empresas do setor alimentício que produzem os dois produtos, como a Mondelez International, dona de marcas como Oreo, Nabisco, Cadbury, Tang e muitas outras que produzem produtos que dão água na boca só de pensar.

Como qualquer bom investidor, Buffett usa os números para explicar sua dieta. “Pesquisas mostram que nos Estados Unidos o menor índice de mortes está entre as crianças com seis anos. Nesse caso, decidi comer como uma criança de seis anos para atingir a longevidade”, ele disse certa vez, garantindo que seus médicos até hoje não encontraram nada de anormal em seus exames. Parece estar funcionando muito bem para ele, hein! (Por Anderson Antunes)