13.01.2017  /  9:46

Bilionário vai bancar estudos de garotas sequestradas pelo Boko Haram

Foto das garotas, divulgada em 2014, e o bilionário Robert F. Smith || Créditos: Getty Images/Divulgação
Foto das garotas, divulgada em 2014, e o bilionário Robert F. Smith || Créditos: Getty Images/Divulgação

O bilionário americano Robert F. Smith vai bancar os estudos universitários de 21 das 276 garotas sequestradas em 2014 em Chibok, na Nigéria, pelo grupo jihadista Boko Haram, e libertadas em outubro. Pelo menos outras 41 garotas conseguiram fugir nos últimos anos, mas a maior parte delas ainda permanece em cativeiro.

Robert, que ficou rico investindo em empresas do ramo de tecnologia, vai se responsabilizar por todas as despesas que elas terão na American University of Nigeria, desde material didático a hospedagem.

Dono de uma fortuna de US$ 2,5 bilhões (R$ 8 bilhões), ele é atualmente um dos únicos três afrodescendentes americanos no clube dos dez dígitos – os outros são a apresentadora Oprah Winfrey, que possui US$ 2,9 bilhões (R$ 9,2 bilhões), e o ex-astro do basquete Michael Jordan, dono de um patrimônio estimado em US$ 1,2 bilhão (R$ 3,8 bilhões). (Por Anderson Antunes)