13.11.2019  /  18:36

Bilionário fundador do Cirque du Soleil é preso após polícia encontrar plantação de maconha em sua ilha particular. Aos fatos!

Guy Laliberté e seu Cirque du Soleil // Reprodução / Getty Images

Guy Laliberté, fundador do Cirque du Soleil, foi preso esta nessa terça-feira por cultivar maconha em seu atol particular (ilha oceânica em formato de anel) na Polinésia Francesa.

O investidor canadense compareceu voluntariamente a uma delegacia após pedido das autoridades locais. A justiça ainda não determinou se a droga encontrada é ou não destinada ao tráfico. A audiência deve acontecer ainda essa semana.

Em comunicado, a empresa de Laliberté, Lune Rouge, nega qualquer envolvimento dele com o tráfico. “Guy Laliberté se dissocia completamente de qualquer boato que o envolva, de perto ou de longe, na venda ou tráfico de entorpecentes”. O texto ainda diz que ele faz uso da maconha para “fins medicinais e estritamente pessoais”.

De acordo com a AFP, que apurou os fatos, a maconha é cultivada em um contêiner trancado a chave no atol do bilionário. Há algumas semanas, a polícia já havia interrogado um amigo do criador do Cirque du Soleil por posse de droga e foi aí que encontraram fotos das plantações em seu celular. Aguarde os próximos capítulos!