23.03.2018  /  12:40

Bilionário americano pede dinheiro na internet para salvar famosa loja de brinquedos

Isaac Larian || Créditos: Reprodução

Isso é algo que a gente não vê todo dia: um dos homens mais ricos do mundo, o bilionário americano Isaac Larian resolveu pedir dinheiro na internet. É que ele está disposto a salvar a Toys R Us, que já foi a maior rede de lojas de brinquedos dos Estados Unidos, de um fim pra lá de triste. Em processo de liquidação de ativos, a empresa anunciou recentemente que vai fechar todas as suas lojas no país como consequência de uma crise que vive há anos por causa da concorrência de gigantes do varejo tradicional como Walmart.

Para isso, Larian lançou uma hashtag no Twitter (#SaveToysRUs, ou #SalveAToysRUs) e criou uma campanha no site de financiamento coletivo GoFunMe com o objetivo de levantar pelo menos US$ 1 bilhão (R$ 3,3 bilhões) para assumir o controle da varejista favorita da criançada e colocar as contas em dia. Junto com um grupo de investidores, ele doou do próprio bolso US$ 200 milhões para a iniciativa, que até agora arrecadou meros US$ 30,3 mil (R$ 100 mil) com outras doações individuais.

Larian tem um bom motivo para querer reverter a situação financeira complicada da Toys R Us, já que é o fundador da MGA Entertainment, uma das maiores fabricantes de brinquedos dos EUA. “Trata-se de um ícone americano, que gera 33 mil empregos e fez a alegria de muita gente”, escreveu no microblog, onde chamou para a causa o presidente Donald Trump e sua filha, Ivanka Trump, e até Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo. “Tenho certeza que vou conseguir o dinheiro”, ele tuitou, sem brincadeira. (Por Anderson Antunes)

Loja da Toys R Us em Emeryville, na Califórnia, se preparando para fechar as portas || Créditos: Getty Images