17.07.2019  /  12:03

Bernard Arnault ultrapassa Bill Gates e se torna o segundo homem mais rico do mundo

Bernard Arnault || Créditos: Reprodução

Estaria o reinado de Jeff Bezos como o homem mais rico do mundo ameaçado? Dono do título desde 2017, o fundador da Amazon agora tem em sua cola o francês Bernard Arnault, maior acionista e CEO do conglomerado de marcas LVMH (Louis Vuitton e Dior são algumas), que acaba de saltar da terceira para a segunda posição até então ocupada por Bill Gates na lista dos maiores bilionários do planeta. Em meados de março, Arnault já tinha rendido notícias por “roubar” de Warren Buffett o terceiro lugar no ranking, e de quebra se tornar um dos únicos três centibilionários do planeta (os outros continuam sendo o próprio Gates e, claro, Bezos).

Aos números: graças ao excelente ano que o LVMH está tendo, com aumentos significativos de vendas nos principais mercados e sobretudo na China, sua ações na Bourse de Paris só fazem saltar e respondem pela maior parte do patrimônio de seu controlador, cuja fatia na empresa agora vale US$ 103,7 bilhões (R$ 390,2 bilhões). Bezos continua isolado na liderança do clube dos dez dígitos, com seus US$ 164,2 bilhões (R$ 617,9 bilhões), mas é preciso frisar que a fortuna do americano tem crescido em um ritmo bem menor quando comparada aos ganhos do rei do luxo. Vem uma dança das cadeiras aí? (Por Anderson Antunes)