Bella Thorne || Créditos: Getty Images

Bella Thorne diz adeus ao #MeToo por causa de escândalo sexual envolvendo Asia Argento

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Bella Thorne || Créditos: Getty Images

Lançado em grande escala há menos de um ano, o #MeToo acaba de registrar sua primeira baixa. Incomodada com as acusações de assédio sexual feitas recentemente contra Asia Argento, uma das pioneiras do movimento, Bella Thorne anunciou no Twitter nesta quarta-feira que não quer mais fazer parte da iniciativa de origens hollywoodianas contra os crimes sexuais no ambiente de trabalho da qual ela tinha sido entusiasta até então.

“Estou enojada”, a estrela de “Sol da Meia-Noite” postou no microblog junto com o link de uma matéria que cita a última reviravolta sobre o caso envolvendo Argento (agora a atriz italiana afirma que seu acusador, o ator Jimmy Bennett, que era menor de idade na época do suposto ocorrido, é quem de fato a assediou). “Jimmy era um garoto. Isso tudo é muito nojento”, completou Thorne.

Aos 20 anos de idade e cada vez mais requisitada no cinema, Thorne revelou em janeiro que foi vítima de abuso sexual aos 14 anos e de lá pra cá passou a defender mais ativamente o #MeToo, que sempre elogiou publicamente. “Mas se o movimento [#MeToo] se transformar em algo que preste um desserviço às vítimas de verdade, estou fora. Que horrível!”, tuitou. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, os tuítes nos quais Thorne detona o #MeToo: