15.03.2021  /  16:01

Banido do Twitter, Donald Trump dá jeitinho de destilar seu ódio contra Meghan Markle e voltar aos holofotes

Banido do Twitter desde o fim do ano passado e sem ter por perto os holofotes dos tempos de presidente dos Estados Unidos, Donald Trump resolveu dar seus pitacos sobre a polêmica do momento por lá, que, no caso, é a entrevista bombástica que Meghan Markle e o príncipe Harry deram a Oprah Winfrey, a fim de tentar chamar atenção.

Por meio de seus assessores, Trump tem feito chegar às redações da imprensa norte-americana que nunca viu a duquesa de Sussex com bons olhos e que, inclusive, acha que ela “não presta”. Vale lembrar que em setembro do ano passado, o político chegou a dizer publicamente que a considerava uma pessoa “desagradável”, em resposta a um comentário dela sobre sua reeleição – Markle sugeriu que os americanos não deveriam votar em um candidato que representava o ódio.

Trump ainda fez questão de deixar bem claro que está do lado do polêmico apresentador britânico Piers Morgan, que recentemente foi obrigado a deixar o canal de televisão ITV por chamar Markle de “traidora da rainha” depois das revelações feitas por ela a Oprah. “Sou do time do Piers”, tem espalhado ele nas redes.