15.04.2021  /  8:48

‘Banido’ da família real, príncipe Andrew espera poder usar uniforme militar no funeral de Philip

Os príncipes Philip e Andrew
Os príncipes Philip e Andrew || Créditos: Reprodução

Tido como o filho favorito de Elizabeth II, o príncipe Andrew – que nesse momento também é o mais encrencado dos herdeiros dela – colocou na cabeça que vai usar seu uniforme completo de almirante de esquadra da Marinha do Reino Unido no funeral de seu pai, o príncipe Philip, morto na última sexta-feira, que está marcado para o próximo sábado na Capela de St. James do Castelo de Windsor.

Tecnicamente, no entanto, o polêmico “royal” não poderia usar a vestimenta, uma vez que foi obrigado a renunciar ao cargo militar quando sua mãe o “convidou” a se retirar de suas obrigações como membro sênior da família real britânica, e por consequência de seu envolvimento no escândalo Jeffrey Epstein. Foi por muito pouco, aliás, que até seu título de Sua Alteza Real não lhe foi tirado.

Caberá à chefe da Casa Real de Windsor, portanto, dar a palavra final se ele poderá ou não se despedir do duque de Edimburgo como deseja, o que deverá ser decidido ainda nessa quinta-feira pela monarca. Andrew espera desde já o aval da mãe, inclusive porque seus irmãos deverão todos estar a bordo de seus respectivos uniformes militares na mesma ocasião.

O pai das princesas Eugenie e Beatrice espera assim poder homenagear Philip, que foi designado almirante da Marinha do Reino Unido pela mulher em 2011, quando completou 90 anos de vida. Vale lembrar que todas as Forças Armadas do país tem como comandante-mor a própria Elizabeth II, para quem seus militares juram lealdade acima de qualquer coisa em seu serviço. (Por Anderson Antunes)