21.09.2018  /  15:13

Bal Harbour, em Miami, é destino certo para amantes de arte e cultura

A obra de Robert Chambers intitulada Rotorelief || Créditos: Divulgação

Bal Harbour, em Miami, sempre promove iniciativas para valorizar a arte local e a cultura de maneira geral. Com o programa de arte Unscripted, que está em seu sexto ano, a proposta é realizar visitas privadas a museus e galerias, palestras críticas com especialistas em arte contemporânea, além de exposições diversas e inéditas. A curadora sul-africana Claire Breukel, lidera o programa e se empenha em representar uma variedade de vozes atuais em Bal Harbour.

No grande calçadão que beira a praia, acontecem frequentemente exposições de arte que são organizadas de tal maneira que o visitante pode absorver grandes doses de cultura, enquanto admira a paisagem local. Até 30 de outubro, os visitantes podem contemplar a exposição Burnesha of Albania, do fotógrafo Jill Peters. Suas fotos retratam as mulheres da Albânia que, seguindo uma prática que data do século XV, fizeram votos de castidade para poderem viver sem as restrições atribuídas ali às mulheres.

Além das exposições temáticas, grandes obras de arte são exibidas pela cidade dando charme extra à Bal Harbour. Até novembro desse ano, por exemplo, a obra de Robert Chambers intitulada Rotorelief está exposta ao ar livre, em frente ao Bal Harbour Shops. Trata-se de um helicóptero real que teve suas hélices substituídas por discos giratórios com desenhos em espiral. A obra faz referência aos discos ópticos criados pelo artista francês Marcel Duchamp, em 1935, que se girados em certa velocidade geravam efeito hipnótico.

Acesso gratuito aos museus

Além das exposições pontuais, Bal Harbour oferece um grande diferencial para os visitantes que buscam atividades culturais: o Museum Access. O programa inclui um cartão exclusivo e pessoal que garante aos hóspedes e residentes de Bal Harbour acesso gratuito aos principais museus de Miami, durante o ano inteiro. São 18 museus e galerias incluídos no programa.