18.01.2018  /  9:00

Babá complica a vida de ex-Uber acusado de roubar dados do Google: “Ele também espionou a Tesla!”

Anthony Levandowski || Créditos: Getty Images

Ninguém contava com as revelações da babá na épica batalha judicial entre a Uber e a Waymo, empresa de carros autônomos da Alphabet (dona do Google). Glamurama explica: em um depoimento que concedeu no último dia 5 em um tribunal da Califórnia e revelado somente agora, a babá Erika Wong – que trabalhou na casa do engenheiro Anthony Levandowski, aquele que trocou a Alphabet pelo Uber em meados do ano passado e agora é acusado de ter roubado dados confidenciais das duas empresas – contou que ele também estava subornando um funcionário da Tesla, de Elon Musk, para obter informações sobre os caminhões Semi anunciados em novembro pela montadora.

Em seu relato para as autoridades californianas, Wong chegou a dizer que ouviu o ex-patrão em conversas telefônicas para lá de comprometedoras, inclusive durante uma ligação com a madrasta na qual ele pede que um tal de Pat Green seja pago com prioridade. A suspeita é que Levandowski estivesse se referindo a Patrick Green, engenheiro sênior responsável pelo setor de novos produtos da Tesla.

A babá disse ainda que testemunhou um papo de Levandowski com seu advogado ao longo da qual ele suou profusamente, falou vários palavrões e repetiu frases como “Eles não podem fazer isso comigo”, “Você disse que daria tudo certo” e “O que devo fazer com os discos [rígidos]?”, que teria sido realizada no dia em que o polêmico
engenheiro foi comunicado de que precisaria prestar contas à justiça.

Um dos nomes mais comentados no Vale do Silício atualmente, Levandowski é descrito como “gênio” por aqueles que o conhecem e recentemente fundou sua própria igreja – a Way of the Future (“Caminho do Futuro”) – cujo Deus a ser adorado é uma entidade baseada na Inteligência Artificial (IA). Adepto da Singularidade, a ideia de que a IA em algum momento irá superar a capacidade humana de liderar o mundo, Levandowski acredita que o domínio das máquinas virá para melhorar a vida das pessoas. (Por Anderson Antunes)