05.08.2020  /  11:36

Audiência do talk show de Ellen DeGeneres despenca em meio a escândalo de bastidores. Saiba tudo

Ellen DeGeneres // Reprodução

Com a reputação abaladíssima desde as revelações, feitas pela “Variety”, de que não é uma das melhores chefes do mundo, Ellen DeGeneres só não perdeu seu talk show até agora porque a atração continua sendo uma das favoritas dos anunciantes. Mas isso pode mudar em breve, sobretudo porque novos dados apontam que a audiência do “The Ellen DeGeneres Show” caiu 9% só na última semana, e 29% na comparação com o mesmo período de 2019.

Justiça seja feita, outros programas exibidos no mesmo horário do “The Ellen Show” também perderam público nas últimas semanas, e em alguns casos as quedas foram até mais acentuadas, como o tombo de 22% na audiência do talk show do médico Mehmet Oz, um ex-protégée de Oprah Winfrey que virou astro da telinha e hoje comanda o bem-sucedido “Dr. Oz”, entre os dias 27 e 31 de julho.

O caso de DeGeneres, no entanto, é bastante particular. Além de ter construído sua marca como alguém que sempre quis ser vista como “do bem” – o bordão da apresentadora e comediante é “Sejam bons uns com os outros” – as alegações de assédio moral feitas por ex-funcionários dela continuam pipocando na mídia americana, e até agora a estrela ainda não se defendeu com entusiamo sobre o que tem sido dito.

E em Hollywood, claro, o show não pode parar, razão pela qual alguns nomes já estão sendo considerado para substituir DeGeneres caso ela realmente saía do ar. O mais cotado para tal no momento é James Corden, que apresenta o talk show de fim de noite “The Late Late Show” desde 2015, e por ser considerado um cara legal pelo público poderia migrar facilmente para o daytime, que requer um estilo mais “good vibes”. (Por Anderson Antunes)