05.05.2020  /  10:57

Atriz brasileira quer contar em livro sua intensa e rápida história de amor com o bilionário George Soros

George Soros e Adriana Ferreyr || Créditos: Reprodução

Sabe a batalha judicial que envolvia cifras milionárias entre a atriz brasileira Adriana Ferreyr e o polêmico bilionário George Soros, que deu o que falar nas colunas sociais quase dez anos atrás? Pra quem não lembra da história, Glamurama recapitula: os dois viveram um rápido porém aparentemente intenso affair no começo dos anos 2010, depois de terem se conhecido em Nova York, para onde Ferreyr havia se mudado na época com o sonho de tentar se tornar uma estrela nos Estados Unidos.

Soros se encantou com ela assim que a viu em um restaurante, e logo começou a cortejá-la, enviando flores e outros mimos. Em pouco tempo, eles engataram um romance que por pouco não rendeu algo mais sério, tanto que Ferreyr afirma ter recebido a promessa daquele que está entre os maiores inimigos da direita mundial de que ganharia um apartamento de US$ 2 milhões (R$ 11 milhões) dele em NY.

Acontece que Soros perdeu o interesse por Ferreyr, cujo trabalho de maior destaque foi na refilmagem da novela mexicana “Marisol” que o “SBT” levou ao ar em 2002, e no fim se apaixonou por outra mulher para quem, veja só, acabou dando o apê na Big Apple. Com o coração partido e sem um endereço nova-iorquino para chamar de seu, Ferreyr decidiu processá-lo em uma corte federal americana.

Alegando ter sido ludibriada, a profissional da telinha pedia uma indenização de US$ 50 milhões (R$ 276,4 milhões) que até mesmo seu advogado considerou alta demais. O caso acabou sendo arquivado, mas Ferreyr não engoliu a derrota até hoje, e agora estaria pensando seriamente em detalhar os pormenores da briga em um livro do tipo “conta tudo” sobre Soros que muitos adversários políticos dele adorariam ver publicado nesse momento de extrema polarização. (Por Anderson Antunes)