12.12.2019  /  11:43

Atriz aproveita première de novo filme de Adam Sandler para enviar recado “malcriado” a Harvey Weinstein

Emily Ratajkowski || Créditos: Reprodução

A sempre polêmica Emily Ratajkowski aproveitou um pivô que deu na première de “Uncut Gems”, o elogiado thriller estrelado por Adam Sandler que estreia nessa sexta-feira no hemisfério norte, para enviar um recado a Harvey Weinstein. A bordo de um vestido preto com cortes geométricos, a modelo e atriz de 28 anos fez questão de exibir para os fotógrafos presentes no evento que aconteceu na noite dessa quinta-feira no ArcLight Cinemas de Los Angeles uma tatuagem em seu braço esquerdo com a inscrição “F**k Harvey”, que dispensa traduções.

O protesto da bela foi feito horas depois do anúncio sobre um controverso acordo selado entre a The Weinstein Company, a produtora cofundada por Weinstein, que prevê o pagamento de US$ 25 milhões (R$ 103 milhões) às mais de 30 vítimas de crimes sexuais supostamente cometidos por ele. O dinheiro, no entanto, sairá do caixa da empresa e não do bolso do ex-bambambã de Hollywood.

“Acusado de vários crimes que vão do assédio sexual ao estupro, Weinstein não vai ter que admitir culpa por nenhum e tampouco vai sair no prejuízo”, Ratajkowski, que nasceu em Londres mas foi criada em San Diego, na Califórnia, postou no Twitter também nessa quinta. Casada com o produtor Sebastian Bear-McClard, um dos responsáveis por “Uncut Gems”, ela já se declarou “uma defensora das liberdades sexuais ao mesmo tempo em que é uma feminista” e também milita contra o aborto e a eutanásia, tanto que é porta-voz da ONG americana National Right to Life Committee (Comitê Nacional Pelo Direito à Vida, em tradução livre). (Por Anderson Antunes)