05.06.2020  /  9:52

Ator que atuou na Broadway com Lea Michele também a acusou de ter sido uma diva: “Você foi um pesadelo!”

Gerard Canonico e Lea Michele || Créditos: Reprodução

Não era só nos sets de filmagem de “Glee”, que já tem um vasto histórico de escândalos, que Lea Michele colecionava desafetos. Colega da atriz no elenco de “Spring Awakening”, um musical montado na Broadway tempos atrás, Gerard Canonico também comentou no polêmico post que a estrela fez no começo da semana no Instagram para defender o movimento Black Lives Matter, e que lhe saiu pela culatra, que seu comportamento esteve longe de ser exemplar enquanto eles trabalharam juntos e a chamou até mesmo de “tirana”.

“Você foi um verdadeiro pesadelo para todos nós e em especial os atores menos conhecidos”, o ator escreveu na postagem que Michele postou e deletou logo que começou a ser acusada por outros ex-colegas de ser uma “diva infernal”. “Você fez a gente acreditar que não merecíamos estar lá”, completou Canonico em seu comentário, que acabou sendo printado e repostado por usuários do Twitter depois.

A primeira a acusar a Rachel Berry da extinta série de televisão de ser uma profissional extremamente difícil de se lidar, ainda na terça-feira, foi Samantha Ware, que durante anos fez uma ponta em “Glee”. A princípio, Michele não deu muita bola para as reclamações dela, mas se viu forçada a divulgar uma nota no dia seguinte na qual pede desculpas pelo estresse que causou quando começou a perder contratos, um desses com a gigante americana dos kits de alimentos HelloFresh, que decidiu dispensá-la por que considerar sua postura nos bastidores incompatível com seus valores. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, o comentário de Canonico na íntegra: