05.12.2019  /  9:43

Astro de “Aladdin” revela perrengue depois do live-action: “Ninguém me chama pra trabalhar”

Mena Massoud || Créditos: Reprodução

Astro de “Aladdin”, o sexto filme com maior vendagem de ingressos em todo o mundo nesse ano, Mena Massoud não conseguiu emplacar nenhum papel de destaque desde a estreia da superprodução, em maio. “Eu cansei de fazer silêncio sobre esse assunto [a falta de trabalho]”, o ator de 28 anos disse em entrevista para o site americano “DailyBeast.com”. “Eu quero que as pessoas saibam que nem tudo são flores na vida de quem faz um grande filme. ‘Ah, ele ganhou milhões. Ele tá recebendo inúmeras propostas.’ Não é nada disso. Eu não fiz nenhum teste desde que ‘Aladdin’ chegou aos cinemas”, reclamou o bonitão, que está entre os solteiros mais cobiçados de Hollywood.

Versão live-action do desenho de mesmo nome lançado pela Disney em 1992, o novo “Aladdin” faturou mais de US$ 1 bilhão (R$ 4,22 bilhões) nas bilheterias internacionais, mesmo apesar de não ter sido uma unanimidade entre os críticos. “Foi um sucesso, mas eu precisei reduzir as expectativas sobre a minha carreira porque agora as pessoas simplesmente não me chamam pra mais nada”, completou o ator canadense.

Apesar de não ter garantido ainda nenhum novo papel na telona, Massoud é o co-protagonista junto com Abigail Spencer da série “Reprisal”, que estreia no Hulu nessa sexta-feira e é tida como uma das grandes promessas da televisão americana nesse ano. A propósito, esse job ele conseguiu meses antes de ser escalado para dar vida ao ladrão que se apaixona por uma princesa mais famoso da história do cinema. (Por Anderson Antunes)