21.01.2020  /  15:34

Às vésperas de estrear na Netflix, documentário sobre empresa de Gwyneth Paltrow segue rendendo polêmica

Prestes a estrear na Netflix, ‘the goop lab’ segue causando. O doc que conta a história da empresa multimilionária de Gwyneth Paltrow acumula polêmicas.

Nem tão conhecida por aqui, a marca faz o maior sucesso nos Estados Unidos e tem como conceito principal o bem estar e o estilo de vida saudável. Até aí tudo bem… mas o bicho pega quando são propostos tratamentos alternativos questionáveis e a venda de produtos milagrosos.

Um bom exemplo disso é o Body Vibes – “adesivos com poder de cura”. Segundo a goop, os adesivos ajudam a reequilibrar a energia do corpo, pois são “pré-programados numa frequência ideal, fazendo com que sejam capazes de alcançar o desequilíbrio”. O texto que explica as supostas propriedades do produto também traz uma ressalva “escondida” (é necessário clicar em um ícone onde se lê “para a sua apreciação”), dizendo o seguinte: “provavelmente não teremos estudos comprovatórios a respeito desse conceito, mas é divertido e há um mérito real nisso tudo”. Oi?

E tem mais. A empresa afirmava que os adesivos eram feitos com um material usado pela NASA para balancear a frequência energética dos astronautas no espaço. Só que a NASA desmentiu isso e a marca teve que mudar o discurso. Atualmente, os adesivos não estão mais à venda.

Outros produtos polêmicos já vendidos pela goop foram ovos de jade e quartzo rosa para serem introduzidos na vagina, prometendo equilíbrio hormonal, orgasmos mais intensos e outros benefícios. A marca foi processada em 145 mil dólares por isso e teve que tira-lo de circulação. No momento, o hit mais vendido pelo site é uma vela aromática com o ‘cheiro da vagina de Gwyneth Paltrow’. Oi de novo! O mimo, que custa mais de 300 reais, esgotou rapidamente.

Além de vendas, o portal também traz conteúdo. Na verdade, o goop começou como um blog de lifestyle assinado pela atriz… e acabou se tornando a mega empresa que é hoje.

E sobrou até para a Netflix, que também tem sido criticada por conta do documentário que é produzido por Gwyneth Paltrow e considerado por muita gente nada mais que uma grande propaganda da empresa. A ver! Por enquanto, play para o trailer: