01.11.2020  /  9:00

Às vésperas das eleições nos EUA, Glamurama revela algumas das opções mais inusitadas para a Casa Branca em 2021

Kanye West
Kanye West || Créditos: Reprodução

Kanye West levou um “pito público” nessa semana de ninguém menos que Jennifer Aniston. Ao anunciar nas redes sociais que votou antecipadamente nas eleições presidenciais dos Estados Unidos, e no democrata Joe Biden, a atriz aproveitou a ocasião para criticar o marido de Kim Kardashian por sua disputa pela Casa Branca, que ela vê como uma brincadeira de mau gosto. “Votar no Kanye não é engraçado”, a eterna Rachel de “Friends” disse aos seus seguidores.

De fato, as chances de que o rapper eventualmente substitua o atual presidente americano e candidato à reeleição Donald Trump, seu ex-aliado, são praticamente nulas, o que indica um possível interesse dele em tumultuar o pleito do próximo dia 3 apenas por interesses pessoais, seja pra manter seu nome em evidência ou simplesmente pra tirar uma com seus conterrâneos mesmo.

A única certeza é que quando as pessoas aptas a votarem nos EUA forem às urnas na terça-feira que vem, muitas delas certamente vão escrever o nome de West nas cédulas eleitorais dos poucos estados em que o rei do hip hop e bilionário dos sneakers está apto a concorrer, como uma forma de protesto conhecida como “spoilt vote” (“voto estragado”, em tradução literal) no país, e assim como o de várias outras celebridades que jamais sonharam com a política.

Glamurama pega carona no clima eleitoral que paira nesse momento na Terra do Tio Sam para revelar alguns desses votos inválidos e, na visão de Aniston, também questionáveis, mais comuns na última corrida presidencial de lá, há quatro anos. Clica na seta da galeria aí embaixo pra saber quais são! (Por Anderson Antunes)

*