23.01.2014  /  7:47

As 10 montanhas-russas mais sensacionais do mundo. Apertem os cintos!

A montanha-russa é um desafio que o homem criou para testar seu poder contra a força da gravidade. E a gente adora. É difícil dizer, com precisão, quais são as maiores e mais radicais do mundo, devido a vários fatores e peculiaridades de cada uma – tem de considerar velocidade, altura, comprimento, força gravitacional, giros… Mas, para quem tem estômago forte e muita coragem, Glamurama mostra 10 das mais poderosas. Apertem os cintos! (Por Maria Gabriela Lyra)

Takabisha (Yamanashi, Japão)

Imagine uma montanha-russa com quase 2km de extensão entre retas, quedas e nada menos do que 7 loopings. Esse brinquedo, que chega a 100 km/h, foi construído no parque Fuji-Q Highland, no Japão, próximo a região do Monte Fuji. A grande diferença desta montanha-russa é uma de suas grandes quedas, que é considerada a mais íngreme do mundo: 141 pés e uma curva que chega a 121 graus. É responsável pelo nome que batizou a atração, pois Takabisha significa “dominante”. Nome justo para uma diversão que custou cerca de R$ 90 milhões.

Kingda Ka (Nova Jérsia, EUA)

A Kingda Ka é atualmente a mais alta montanha-russa do mundo, chegando a 139 metros de altura (a altura de um prédio de 40 andares), e alcança a velocidade de até 206 Km/h. O passeio dura até 56 segundos e o comprimento é de 950,4 metros. Em feriados, uma pessoa pode ficar mais de uma hora na fila do brinquedo.

 Leviathan (Ontário, Canadá)

A Leviathan é uma montanha-russa de aço do parque Canada’s Wonderland, em Ontário. O nome, inspirado no “monstro mitológico” que habitava as profundidades aquáticas e aterrorizava os navegantes da região, parece ter sido o ideal para descrever o brinquedo: são cerca de 93 metros de altura, com 1,6km de comprimento, alcançando uma velocidade de 148 km/h. É atualmente a montanha-russa mais alta e mais rápida no Canadá. Ela causa a mesma sensação de uma queda livre de um prédio de 28 andares, com uma força gravitacional de 4.5g, parecida com aquela sentida pelos motoristas de Fórmula 1.

 Expedition GeForce (Habloch, Alemanha)

Expedition GeForce é uma montanha de aço do Holiday Park, na cidade de Habloch, Alemanha. É uma das maiores montanhas-russas da Europa, atingindo 120 km/h, 53 metros de altura, num percurso de 1,2 km, com 7 pontos de ausência de gravidade.

 Top Thrill Dragster (Ohio, EUA)

O passeio na Top Thrill Dragster – estrela do Cedar Point, parque de diversões que se transformou em uma das maiores concentrações de montanhas-russas do mundo, localizado no Estado americano de Ohio – é tão rápido quanto inesquecível. A fase inicial dura apenas quatro segundos. Nesse tempo, o carrinho é acelerado bruscamente e atinge o topo da montanha-russa mais alta do mundo já a 194 quilômetros por hora num traçado vertical. A aceleração provoca nas pessoas um impacto maior do que o sentido por um piloto de Fórmula 1. A emoção verdadeira vem nos instantes que precedem a queda, quando o carrinho desenha uma curva e seu bico aponta para o solo. Só então as pessoas percebem que estão a 128 metros do chão e não tem como voltar atrás.

 Tower of Terror II (Queensland, Austrália)

Nos parques de diversões há atrações que só de ver o nome já dá um friozinho na barriga. A Tower of Terror II, na Austrália, é uma delas. Inaugurada em 1997, é a montanha-russa mais alta e rápida do Hemisfério Sul. Em apenas sete segundos, o trem alcança o topo, oscila um pouco lá em cima e cai num ângulo de 90 graus a mais de 160 km/h. Apesar de durar apenas 27 segundos, vale cada minuto de espera na fila.

Intimidator 305 (Virginia , EUA)

Intimidator 305 é uma montanha de aço da seção Congo do parque Kings Dominion em Doswell, Virginia, Estados Unidos. Possui 93 m de altura, atingindo velocidade máxima de 140 km/h. Seu ciclo de passeio dura cerca de 3 minutos. Uma vez que o trem é despachado, a pessoa sobe num ângulo de 45 graus de elevação até atingir a altura máxima, quando despenca num ângulo de 85 graus. Ui.

 The Thunder Dolphin (Tóquio, Japão)

O mas interessante dessa montanha-russa é o fato de ela sair do parque para as ruas, no meio da cidade. Ela sobe 80 metros em direção à primeira queda, quando para momentaneamente no topo do morro. Em seguida, desce 66 metros numa velocidade de 130 km/h num ângulo de 80 graus – nesta parte ela já saiu do parque. Após a queda, passa por uma curva superinclinada por cima de um shopping.

 Shambhala: Expedición al Himalaya (Catalunha, Espanha)

Shambhala: Expedición al Himalaia é uma montanha do parque de diversões Port Aventura, em Salou, Catalunha, na Espanha. Ela abriu ao público em 12 de maio de 2012, e seu ponto mais alto atinge 76 m numa velocidade que chega aos 134 km/h, a mais veloz da Europa. O brinquedo detém atualmente três registros: a mais alta, com a maior queda e a mais rápida montanha-russa da Europa. Incluindo os suportes, o peso total dela é de cerca de 1.600 toneladas.

Montezum (São Paulo)

Montezum é uma montanha russa de madeira no parque de diversões paulistano Hopi Hari. É considerada a maior montanha russa de madeira da América Latina e a maior do Brasil nos quesitos extensão, altura, queda e velocidade. É uma das atrações mais procuradas do parque. Seu nome é inspirado no governante asteca Moctezuma II, mais conhecido como Montezuma.