A sede da Apple em Cupertino, na Califórnia

A sede da Apple em Cupertino, na Califórnia || Créditos: Getty Images

Apple contrata engenheiros para pesquisa sobre diabetes

16.04.2017  /  8:06

A sede da Apple em Cupertino, na Califórnia || Créditos: Getty Images
A sede da Apple em Cupertino, na Califórnia || Créditos: Getty Images

Depois de revolucionar o mundo da tecnologia com seus computadores pessoais, smartphones e gadgets, a Apple agora aposta em sensores eletrônicos para o tratamento de diabetes. A companhia americana já até contratou um time de engenheiros biomédicos para se dedicar integralmente ao trabalho de pesquisa sobre o tema que, como em tudo em relação à fabricante do iPhone, é tratado como segredo de estado.

É cada vez mais comum que empresas de tecnologia se aventurem por áreas tradicionalmente dominadas por farmacêuticas. No ano passado, inclusive, a Alphabet, que controla o Google, criou uma joint venture com a GlaxoSmithKline para desenvolver aparelhos eletrônicos capazes de auxiliar pessoas que sofrem de doenças nervosas. (Por Anderson Antunes)