Messi e Cristiano Ronaldo podem jogar no mesmo time. || Créditos: Reprodução

Após recorde de vendas, Jeep sonha com CR7 e Messi juntos na Juventus. Oi?

07.08.2020  /  12:17

Messi e Cristiano Ronaldo podem jogar no mesmo time. || Créditos: Reprodução

Cristiano Ronaldo e Lionel Messi no mesmo time? Este é o sonho da poderosa e bilionária família italiana Agnelli, dona do time Juventus de Turim e da Fiat, que viu a principal marca do Grupo FCA, a Jeep, crescer consideravelmente desde que passou a estampar os uniformes da Velha Senhora – como é conhecido o clube de maior torcida da Itália, campeão nas últimas nove temporadas. 

A estratégia de marketing tem se mostrado eficiente desde 2018 com a chegada de Cristiano Ronaldo como garoto-propaganda. O atacante português foi um dos fatores fundamentais para a Jeep conquistar diferentes mercados, principalmente na Europa e na Ásia. E os números não mentem: foi a marca mais vendida da FCA, que une as gigantes Fiat e Chrysler, no ano passado – mais de 4,7 milhões de veículos comercializados, uma receita de 115,4 bilhões de euros, cerca de R$ 680 bilhões. Agora, com as especulações sobre a possível ida de Messi para se juntar a Ronaldo no clube italiano no ano que vem a expectativa é de um crescimento ainda maior – e mais anos de hegemonia para a Juventus com o ataque dos sonhos.

Atual melhor jogador do mundo, Lionel Messi lidera a última lista de atletas de futebol com maior lucro anual da revista France Football. Na última temporada, faturou 130 milhões de euros e Cristiano Ronaldo 113 milhões de euros. Os ganhos incluem salários e ganhos publicitários. Diante da especulação, resta saber se o Grupo FCA vai assumir o risco de fazer uma contratação de peso em meio à crise provocada pelo novo coronavírus. Além da Juventus, a Inter de Milão é a outra equipe cotada para contratar o craque – o time é administrado por um bilionário chinês. (Giorgia Cavicchioli)