Amber Heard, em cena de 'London Fields'

Amber Heard, em cena de 'London Fields' || Créditos: Getty Images

Após polêmico divórcio, Amber Heard vira ré em processo de US$ 10 mi

22.11.2016  /  12:32

Amber Heard, em cena de 'London Fields' || Créditos: Getty Images
Amber Heard, em cena de ‘London Fields’ || Créditos: Getty Images

Depois do polêmico processo de divórcio de Johnny Depp, que terminou em agosto, Amber Heard deverá voltar aos tribunais em breve. Uma das estrelas do filme “London Fields”, a atriz está sendo processada pelos produtores do longa, que a acusam de ter violado uma série de cláusulas contratuais de acordo com as quais ela estaria obrigada a participar de eventos promocionais e de divulgação.

Baseado em um livro de Martin Amis e dirigido por Mathew Cullen, “London Fields” deveria ter estreado na edição de 2015 do Festival Internacional de Cinema de Toronto, mas o filme foi retirado da lista de estreias do evento depois que Cullen decidiu processar seus produtores por fraude, alegando que eles excluíram o corte final do livro das gravações. A partir daí, todos os atores do elenco, inclusive Amber, se recusaram a promover o longa. O caso corre atualmente na Corte Superior de Los Angeles, e cita todo o elenco do filme, que além de Amber e de Cullen inclui também os atores Billy Bob Thornton e Jim Sturgess como réus.

Se condenados, eles terão que desembolsar uma indenização de pelo menos US$ 10 milhões (R$ 33,5 milhões), bem mais do que os US$ 7 milhões (R$ 23,4 milhões) que Amber recebeu em agosto, quando selou um acordo com Depp fora dos tribunais para encerrar o processo de divórcio deles, iniciado dois meses antes. A atriz, no entanto, decidiu doar todo o dinheiro que recebeu do astro de “Piratas do Caribe” para obras de caridade. (Por Anderson Antunes)