09.11.2016  /  10:51

Após mais de 20 anos, Roberto Carlos canta “Quero Que Vá Tudo Pro Inferno”

j
Roberto Carlos durante gravação do Especial RC 2016 || Crédito: Divulgação

O segundo dia de gravação do “Especial RC 2016”, na noite dessa terça-feira no Rio, vai ficar na memória. Isso porque o rei recebeu Caetano Veloso, Gilberto Gil e Marisa Monte para seu programa de Natal da Globo, no Projac. Apesar do show estar marcado para começar às 20h, Roberto subiu ao palco somente às 22h30, mas a seleta plateia de 150 convidados não se importou. Susana Vieira – bastante emocionada -, Paulo Betti e Dadá Coelho, Bárbara Paz, Marcelo Serrado, Isabella Santoni e Rafa Brites e Felipe Andreoli acompanharam com olhares bastante atentos ao show.

E nada foi divulgado nas redes, já que todos tiveram os celulares confiscados na entrada, em uma espécie de guarda-volumes, para que as fotos do programa que vai ao ar somente no dia 23 de dezembro não vazassem.

Roberto começou cantando três músicas sozinho, depois recebeu Gil e Caetano para um trio. A plateia entoou junto “Marina” e “Meu Coração Vagabundo”. Em seguida, ele cantou mais duas sozinho, para depois receber Marisa Monte, encantando a plateia com “De que Vale Tudo Isso” e “Ainda Bem”. Eles até dançaram. Ao final, uma surpresa: o rei interagiu com ele mesmo mais jovem, na época da Jovem Guarda. Tudo graças a uma projeção usada no palco. Na edição, para a TV, a projeção será substituída por ele jovem de verdade.

O ponto alto da noite foi quando ele cantou “Quero que Vá Tudo pro Inferno”, após um hiato de mais de 20 anos. Ele, que não cogitava mais cantar essa música, se disse “curado” e que “tem se tratado há anos”. Foi forte.

Roberto estava com uma camisa e calça azuis e um blazer branco. No final, recebeu uma série de atores-tietes no camarim. Neste momento, quando a equipe da Globo estava tirando fotos com alguns convidados ao lado do rei, Susana Vieira pediu para fazer a foto dela primeiro porque já teriam “namorado muito” no passado. Ele confirmou. (Por Denise Meira do Amaral)