20.09.2019  /  8:41

Apesar das críticas, novo “Rambo” poderá liderar as bilheterias dos EUA nesse fim de semana

Stallone em cena de “Rambo: Até o Fim” || Créditos: Reprodução

Apesar de estar sendo massacrado pela crítica especializada, “Rambo: Até o Fim” está entre as três estreias desse fim de semana nos Estados Unidos com chances de liderar as bilheterias no país. De acordo com estimativas de mercado, o novo filme de ação da franquia estrelada desde sempre por Sylvester Stallone deverá faturar no mínimo US$ 20 milhões (R$ 83,3 milhões) com a venda de ingressos entre essa sexta-feira e o próximo domingo. As outras duas estreias que poderão arrecadar daí pra cima são “Ad Astra” e o longa baseado em “Downton Abbey”, ambas elogiadíssimas pelos críticos.

Quinto capítulo da série cinematográfica “Rambo” e mais uma vez com Stallone no papel-título, “Rambo: Até o Fim” tem ainda a espanhola Paz Vega e a mexicana Yvette Monreal no elenco principal, e uma trama que se passa no México. No site “RottenTomatoes.com”, que reúne as opiniões dos principais jornalistas que cobrem Hollywood sobre tudo que é novidade por lá, a produção conta com uma aprovação da turma na casa dos 40%, ou seja, de cada dez que a assistiram seis a detestaram , embora alguns entendidos acreditem que seu ar de “kitsch” é justamente o que lhe dá um certo charme.

“Esse primeiro ‘Rambo’ da era Trump mostra, em essência, seu herói como uma barreira humana que mantém a América livre de assassinos e estupradores mexicanos”, escreveu Vincent Mancini, do site “FilmDrunk”, sobre a fita. “E por ser uma visão absolutamente perturbadora [nesse sentido], é algo que o torna imperdível”, conclui Mancini.

Em tempo: de maneira geral, a franquia “Rambo” – que chegou aos cinemas em 1972 – faturou US$ 727 milhões (R$ 3,03 bilhões) nas bilheterias internacionais, sendo que seu capítulo mais bem-sucedido foi “Rambo II: A Missão”, de 1985, cuja renda total com a venda de ingressos chegou a US$ 300 milhões (R$ 1,25 bilhão). (Por Anderson Antunes)