19.08.2020  /  11:11

Apê que Gisele e Tom Brady venderam em 2018 por R$ 76,3 mi volta aos classificados com desconto milionário

Gisele e Tom e imagens do imóvel no One Madison de NY || Créditos: Reprodução

Vendido em 2018 por Gisele Bündchen e Tom Brady pela bagatela de US$ 13,95 milhões (R$ 76,3 milhões), um apartamento de andar inteiro localizado em um dos prédios mais cobiçados de Nova York acaba de voltar aos classificados. Com cerca de 308 metros quadrados de área privativa e vista de 360° da Big Apple, o apê fica no 48° andar do One Madison, um arranha-céu residencial de luxo lançado em 2013, e tem decoração assinada pelo badalado arquiteto das estrelas Peter Marino. Peter Buffett, filho do bilionário Warren Buffett, e o magnata australiano da mídia Rupert Murdoch também têm apartamentos lá.

O curioso é que o atual dono do ex-lar nova-iorquino dos Bündchen-Bradys, o mesmo que fechou o negócio dois anos atrás com eles e cuja identidade ainda não foi revelada, agora quer vendê-lo por cerca de US$ 250 mil (R$ 1,37 milhão) a menos do que desembolsou para comprá-lo. A diferença pode até ter algo a ver com a queda nos preços de imóveis de alto padrão de NY por causa da pandemia, mas no caso específico do One Madison as desvalorizações nesse sentido praticamente não ocorreram.

De qualquer forma, Bündchen e Brady garantiram um outro endereço na cidade logo depois que venderam o pied-à-terre nas alturas: trata-se de uma unidade do igualmente luxuoso porém bem menos alto 70 Vestry, que ainda está em construção no TriBeCa, e foi adquirida pelo casal por US$ 20 milhões (R$ 109,4 milhões). Atualmente, a supermodelo e o quarterback moram em uma mansão que alugaram em abril no arquipélago de Davis Islands, na Flórida, por US$ 75 mil (R$ 410,2 mil) mensais, já que precisaram se mudar para o estado americano por causa da transferência do jogador para o time de futebol americano local Tampa Bay Buccanneers. (Por Anderson Antunes)