15.07.2019  /  10:23

Apagão em Nova York terminou com astros da Broadway reunidos com o “povão” nas ruas

O blecaute durou mais de cinco horas || Créditos: Reprodução

A máxima de que o show não pode parar foi testada na Broadway, no último sábado, quando um enorme blecaute em Nova York resultou no cancelamento temporário de musicais e peças hypadas em cartaz por lá. Muitos desses shows já estavam com a plateia cheia quando as luzes se apagaram, e bastou isso para que um corre-corre de gente terminasse com as ruas nos arredores cheias. Foram calculadas mais de 72 mil pessoas na região.

Mas foi tudo uma “bagunça organizada”, que por fim terminou com alguns astros do momento nos palcos nova-iorquinos se juntando ao povão para aguardar a solução do problema, algo que levou mais de cinco horas. Um deles foi Erich Bergen, um dos protagonistas do musical “Waitress”, que resolveu matar o tempo soltando a voz ao lado de desconhecidos. Joe Harrell, que atua no premiado “Hadestown”, vencedor do Tony desse ano de Melhor Musical, fez o mesmo.

A parte mais curiosa do apagão desse fim de semana é que ele rolou justo no aniversário do grande blecaute de 1977 na Big Apple, que durou entre os dias 13 e 14 de julho daquele ano e foi bem mais caótico, com saqueadores e incendiários aproveitando a escuridão para aterrorizar a população de NY de uma maneira até então jamais vista. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, Erich Bergen, astro do musical “Waitress”, cantando ao lado de desconhecidos:

Colega dele, Joe Harrell fez o mesmo em outro ponto da Broadway: