16.04.2016  /  11:15

Ao cantar “Vermelho” com Ivete, Fafá de Belém dispara: “Não é político”

Fafá de Belém e Ivete Sangalo no palco do baile de gala da amfAR || Créditos: Glamurama
Fafá de Belém e Ivete Sangalo no palco do baile de gala da amfAR || Créditos: Glamurama

“Venha cá, cigana doida, vamos cantar”, assim foi o convite de Ivete Sangalo a Fafá de Belém, para que subisse ao palco durante seu show na sexta edição do baile de gala da amfAR, que rolou nessa sexta-feira na casa de Dinho Diniz, no Jardim América, em São Paulo. “Vou cantar uma música, mas queria deixar claro que não é um posicionamento político”, disse Fafá antes de entoar os primeiros versos de “Vermelho”. “Não é não, ninguém aqui tá preocupado com isso, eu nem entendo dessas coisas, sou burra”, brincou Ivete, já descalça no palco.

Não era um posicionamento político, até então: “Queria dizer que meu coração é verde e amarelo”, disse Fafá no final da música, para então começar a puxar o hino nacional e receber aplausos e gritinhos da plateia – formada por celebridades e poderosos da cena paulistana, bom frisar. Ivete deu de ombros e depois entrou na brincadeira, cantando junto o hino. Glamurama encontrou Fafá depois do show, que foi enfática sobre suas palavras no palco: “Vermelho é minha música, mas meu coração sempre foi verde e amarelo, eu torço pelo Brasil”. Quem não deve ter entendido muito bem? A turma internacional presente, tipo Kate Moss e Naomi Campbell…

Fafá de Belém no baile de gala da amfAR || Créditos: André Ligeiro
Fafá de Belém no baile de gala da amfAR || Créditos: André Ligeiro

Play abaixo para conferir trechos da apresentação de Fafá de Belém e Ivete Sangalo!